Peguei o policial! Fiz do limão uma limonada.

Final de ano é uma correria pra todo mundo, vem natal e fazemos uma lista com nomes de parentes e amigos para comprar os presentes, é uma loucura nas lojas e comércios em geral, parece que toda a população da nossa cidade quer sair na mesma hora e fazer a melhor negociação na compra das suas lembrancinhas.

E além de tudo isso ainda tem a ceia de natal, onde vai ser, o que vamos levar, decoração da casa, reunião da família, amigo oculto, confraternização no grupo do futebol, no trabalho, no grupo das amigas safadas, enfim! Chego a ficar exausta só de relembrar, quando passa isso tudo a gente se pergunta como conseguiu né?!

Mas em meio a toda essa muvuca de natal, nós aqui ainda temos que pensar em finalizar o ano da melhor forma possível no quesito festa de swing, e foi aí que eu entro com a história de hoje!

Estou eu em meio a burocracia exaustiva do meu trabalho, com a cabeça afundada no planejamento de final de ano, e quando menos espero recebo uma visita inesperada de policiais que estavam fazendo o seu trabalho aqui no bairro. Fui solicitada a dar alguns esclarecimentos básicos e sem nenhum problema fui atende-los, eis que então como boa observadora (safada) eu reparei dois deles, um moreno e um castanho claro.

Na oportunidade que pude ficar sozinha com um deles, o moreno, dei uma cantada enquanto ele preenchia um documento com meus dados pessoais, quando ele pediu um numero para contato, passei meu numero de celular e avisei olhando em seus olhos “esse é o meu numero particular” com um sorrizinho bem ousado eu não tive dele o retorno que gostaria, acabei desistindo de conquista-lo.

Mas o outro policial estava vindo em minha direção, fazia calor ele suava com aquela farda, também pedindo meus dados pessoais eu pensei: “nossa, imagino suando assim encima de mim.” Quando ele chegou próximo,  me chamando a atenção sobre uma câmera de segurança que estava mal posicionada me disse: “É bom a senhora deixar no local correto, porque amanhã eu não estarei aqui para fiscalizar” Respondi na hora olhando bem em seus olhos “Mas poderia vir fiscalizar…” daí sim tive o retorno que eu esperava, ele sorriu pra mim meio sem jeito mas me dando abertura.

No outro dia, com o nome do soldado na minha cabeça, liguei para a base onde ele trabalha e com muito jeitinho consegui o numero de celular dele. Chamei ele no whatsapp e logo de cara percebi que ele tinha gostado do corpinho aqui e que dali poderia rolar o sexo que iria finalizar meu ano no swing, só tinha um porém, ele não é um cara swingueiro, estava achando que eu como mulher casada iria trair meu marido me encontrando com ele, mal sabia ele que o Tom estava torcendo para que nosso encontro desse certo e nós dois tivéssemos muita historinha pra contar no pé do ouvido um do outro.

Marcamos de nos encontrar no motel depois da meia noite de um sábado, sabe aqueles dias que tu está com MUITO tesão, acho que cada mulher percebe o dia que está com um vulcão em erupção dentro do estômago, e foi num dia assim que ele me pegou. Perguntei o nome dele no motel, porque até então eu só sabia o “nome de guerra” e quando nos beijamos, mais tesão ainda eu senti por aquele homem. Enquanto transávamos, eu mandava áudio para o Tom que estava em casa delirando com meus gemidos.

maxresdefault

Gente! Que sexo gostoso que fizemos, de todas as posições que vocês imaginam, quando me recordo daquela madrugada minha boca saliva meu coração bate mais rápido e minha calcinha molha de tesão, e o melhor é quando chego em casa e tenho tudo pra contar e fazer meu marido delirar.

Em meio a essa tensão que é o final de ano, consegui fazer literalmente do limão uma deliciosa limonada!! E que limonada, daquelas de beber bem devagarinho.

Que venha 2018 com muitas histórias de sexo e tesão para nós swingueiros e adeptos. Beijoss pessoal!! E muito obrigada por me seguirem, minhas histórias são para vocês!!

 

Amizade demais, sexo de menos.

Faz dias que venho tentando elaborar pra vocês a minha opinião sobre a amizade “pra sempre” no meio swing. Mas antes que comecem as críticas sobre a minha maneira de pensar, já adianto… nós temos amigos que fizemos dentro do swing e que queremos e vamos levar para sempre em nossas vidas, sim isso acontece!

A questão que quero fazer vocês refletirem é porque as amizades se tornam tão legais, tão importantes e tão fundamentais para nosso convívio que o tesão acaba?! É comum ver casais que já tem uma certa experiência no meio swing fazer aniversários, natal, finais de semana com família e amigos swinguers tudo junto e misturado e nenhum problema porque aquelas pessoas já se tornaram parte da familia e que legal! Estamos muito felizes assim.

Fazendo uma breve pesquisa entre nossos casais de amigos, e tirando a nossa experiência sobre essas amizades percebemos que quanto mais próximo da nossa casa, família, nosso cotidiano, menos sexo rola entre ambos, mas porquê? Deveria ser diferente né, uma vez que a maioria dos casais que vão marcar um encontro para conhecer outras pessoas dizem: “vamos lá conversamos e se rolar afinidade, vamos mais adiante” “só saímos com casais que já rola uma química.”

Se conhecemos tão bem os casais que já são nossos parceiros, porque menos sexo rola entre nós? Não é assim gente? Parem e analisem a sua volta, se você já é swingueiro…

Eu particularmente entendo que a proximidade a nossos problemas cotidianos, o cuidado em não perturbar nos horários impróprios como trabalho e outros compromissos, saber das nossas dificuldades com a família, conhecer nossos filhos, faz com que nossa cabeça e nossa memória pense primeiro na dificuldade que nossos amigos tem ou terão e depois pense em sexo e safadeza. Vou dar um exemplo:

Se você não conhece a intimidade do casal (família, casa) e bate um tesão do caralho naquelas pessoas, você parte logo para tentar realizar a transa, se não rolar… tudo bem, parte pra outra. Agora se você já é amigo intimo do casal e bate o tesão neles, você chega pra conversar e logo vem, “filho ta bem?” “resolveu o problema com o pai” “que bom que conseguiram sair antes do trabalho” “ontem fui dormir super tarde”…. e daí, a conversa vira rotina e o tesão vai embora.

Salvo algumas exceções a amizade demais atrapalha o sexo, pode rolar algum dia acho que até deve! No dia que o clima tiver super aquecido e não tiver ninguém pra atrapalhar, mas vai ser um dia…

Por isso que eu sempre digo: “A fila anda” , conheceu o casal e transou com ele, foi muito gostoso, vai se repetir por algumas vezes… aproveite ao máximo essas transas pra se tornarem memoráveis porque se o casal for tão bacana, tão legal ao ponto de você querer te-lo em sua vida, lá no futuro quando o sexo for raro, terão uma vida de histórias eróticas pra relembrar e compartilhar com os amigos novos.

Bom sexo a todos…

 

O tesão não tem hora marcada!

Olá pessoal!! Hoje eu vim falar pra vocês sobre como começamos a festa (o sexo mesmo) quando já estamos no motel ou na casa de swing ou no encontro propriamente dito em sua casa, na rua, no carro em qualquer lugar.

Tenho percebido que difere muito do tempo de experiência no meio swinguer para que a festa mesmo inicie, vou dar exemplo: um casal com experiência no meio a mais de anos chega na festa já sabendo o que quer, quando o tesão surgir o sexo vai acontecer, seja na mesa, na cama, no sofá, no cantinho escuro, onde for. Já o casal ou solteiro iniciante, fica observando e aguardando a hora certa, tem receio de intimar alguém para o “vamo ve” porque pode ser que a pessoa não goste e ele como iniciante não quer queimar o filme logo de primeira.

Por esse motivo as pessoas tem duvidas quando chegam na festa e o clima ta legal, pessoas bebendo, dançando se divertindo, algumas mulheres se beijando e se agarrando, alguns homens também, mas certa hora se perguntam: ” Que horas vai começar o vuvo-vuvo?” porque o clima ta show, êxtase a mil mas sexo que é o principal motivo de estarem ali não ta rolando… porque?

As casas de swing percebendo essa demora ou travamento, criaram então o genioso show de stripper, marcaram uma hora exata, na maioria das vezes 01:30 a 02:00 para que o show masculino ou feminino aconteça, partindo da ideia que depois que os strippers fizessem a parte deles os integrantes da festa se soltam e vão para os quartos esquentar de verdade com bastante sexo. E digo, funciona!

As  pessoas geralmente precisam de um ponto de partida para iniciar algo, para tudo na vida, tipo… “depois do almoço eu vou ao banco” “quando chegar em casa eu tomo banho” “vou estudar depois de jantar” “vou a academia pela manhã” e então “vamos para os quartos depois do show”. Mas porque??

Não precisamos de uma hora exata para iniciar nada na nossa vida, principalmente quando se trata de tesão, você está na festa conheceu um cara ou uma linda mulher estão no clima se entrosando, bateu aquele puta tesão… porque tem que esperar algo acontecer? Não precisa… não deve! A festa precisa de pessoas com atitude, ninguém vai te criticar ou chamar sua atenção e dizer: “calma, espera o show começar para transar.” só se a casa tiver alguém muito sem noção para te dizer isso.

TESÃO NÃO TEM HORA MARCADA, ninguém precisa esperar certa hora para ir tomar banho, ir pra academia, ir ao banco. Quando as oportunidades surgem em sua vida você tem que agarrar, e no swing casais, solteiros e solteiras com atitude são reconhecidos e admirados por muita gente.

Pense nisso e boa festa!

 

 

Sem frescura, eu vou transar com você!

Me encanta o clima da noite a empolgação de se arrumar para sair, pensar em cada detalhe do look da maquiagem, dar uma conferida no sapato melhor e nem sempre o mais confortável, tomar um banho bem gostoso passar o hidratante no corpo escolher o perfume….

Finalmente sair de casa para se divertir e torcer para que a noite seja boa o suficiente para valer cada momento de preparação, a sensação que a noite baladeira traz é de flerte, namoro e sexo admito que adoro essas três coisas.

Na ultima sexta, eu fiz toda essa preparação para sair torcendo para que a festa não me decepcionasse. Saímos para uma festa swing, em uma casa de swing que frequentamos e gostamos de ir, apesar de a maioria de nossos amigos não frequentarem tão assiduamente essa casa, nós temos um casal de amigos que promove festas lá que são nossos amigos reais, aquele tipo de casal que você quer ter perto sempre e se eu for começar a falar deles não vou chegar no real sentido desse post de hoje, rsrsrrs (eu amo vocês Luxuria e Ostentação)

Mas então a festa não me decepcionou, lotada e cheia de gente bonita estava todo mundo se divertindo, bebendo e se conhecendo sem hipocrisia. Estava eu escorada no bar quando avistei 3 rapazes novos e visivelmente “virgens” do meio swing, bem tímidos eles conversavam entre si perto do pole dance quando eu chamei a promoter da festa e falei -“Precisamos ajudar esses rapazes!” Fomos então lá e nos apresentamos, então eu tive a certeza, eles não eram solteiros do swing, eram curiosos que moravam em outro estado e estavam lá pra saber e entender como os casais se divertem na noite liberal.

A primeira pergunta deles para mim foi -” Como funciona isso aqui?!” Com paciência fui resumindo para eles o tipo de fantasia que cada casal poderia ter, alguns gostam do dark room, outros transam somente nos quartos privados com chave, tem aqueles que gostam das cabines onde as pessoas de fora podem espiar mas a intenção de todas as pessoas que vem aqui é fazer sexo, vocês podem interagir com os casais ou com as mulheres e jogar abertamente com eles porque se elas gostarem de vocês, sem sombra de duvidas vocês poderão ir transar lá no andar de cima. Flertar é livre a sedução é sempre bem vinda, só uma coisa que eu não gosto nas pessoas tanto lá na noite quanto na vida social é a mentira…

Mentir faz com que o enganado crie esperanças falsas, ou acredite em uma história ilusória, isso não é bom para ninguém e não faz ninguém crescer como pessoa, eu poderia ter mentido para aqueles rapazes virgens na festa sexta e dizer que ali todas as mulheres eram putinhas e que eles poderiam chegar em qualquer uma que teriam sexo gostoso, mas eu preferi resumir que cada casal tem sua fantasia e que era importante eles saberem em qual delas poderiam se encaixar.

Não precisa haver mentira ou falsas palavras e frases no meio swing, uma vez que estamos ali para se divertir e se libertar do cotidiano tão corrido e exaustivo que estamos vivendo, falar uma inverdade para alguém no meio da transa na tentativa de agradar ou despertar mais tesão vai lhe causar constrangimento depois, porque a mentira tem perna curta mais ainda depois que você goza.

Seja verdadeiro sempre com seus parceiros, faça muito sexo mas não invente mentiras na tentativa de agradar… Se o sexo for gostoso ele vai se repetir naturalmente, tesão por alguém estimula a auto estima e deixa tudo mais colorido.

Uma semana de muito tesão para todos vocês… Beijosssss

Eu tenho o whatsapp dele, mas não consigo chamar pra transar!

Desejo incontrolável, vontade repentina, tesão! Olhar para uma pessoa e visualizar o momento com ela, “amor a primeira vista”?! Aff isso não existe, quero falar em QUIMICA a primeira vista…

Quem aqui nunca teve a sensação de olhar uma pessoa e pensar, “uau! que isso, que pessoa é essa?!” e a pele arrepiar na hora, a pulsação aumentar e sem perceber comprimir as pernas. São sentidos que aguçam quando a gente se interessa por alguém, agora imaginem todas essas sensações podendo ser vividas sem hipocrisia e no lugar certo… Sim, acho que descrevi um pouco do que as casas de swing podem proporcionar a nós do swing.

Se você tem dúvidas ainda de que lá na casa de swing é o melhor lugar para iniciar suas fantasias em grupo, agora você pode ter certeza! Infelizmente vivemos ainda em uma sociedade que esconde seus prazeres, tem muita gente cheia de pudores por aí e se você ta afim de se soltar, cair na farra, ter uma noite livre… conheça uma casa de swing com seu parceiro.

Mas não é sobre casas de swing meu post de hoje, fizemos aniversário de casamento semana passada e como presente dessa união pude escolher uma pessoa pra fazer um menage, tá nenhuma novidade nisso eu sei, a sacada foi que eu pude sair sozinha numa noite normal, numa balada normal, e lá escolher uma pessoa que não é do nosso convívio swing, flertar e convidar pra transar a três… Legal né?! Poder fazer tudo isso sendo casada!! A questão é que eu desejei o homem mais difícil da festa, aquele que me deu arrepio quando eu olhei nos olhos dele e ele nos meus, o menos acessível, um homem público que está sempre ocupado e não é papo de quem quer me descartar não gente, ele realmente é cheio de compromissos com a vida particular mas não é casado, caso contrário já tinha desistido.

1481893b2d07f760458908424066

Com algumas tentativas me aproximei de um amigo dele, que me deu bola já de primeira, fui comendo pelas beiradas e consegui o numero do whatsapp do bendito homem que me chamou a atenção, mas já antecipo que não rolou nada naquela noite, estou desde então mandando mensagens e cantadas pra ver se ele cai na minha rede, oh homem difícil caros leitores!! Mas uma coisa eu sei, se ele não estivesse gostando das minhas investidas, ele já tinha me bloqueado no whatsapp. Ele responde minhas mensagens quando sobra tempo, na maioria das vezes a noite quando chega em casa, acha graça de algumas palavras que eu digo e eu sinto que ele se interessa por mim.

Meu tesão por ele só aumenta, nosso presente de casamento ainda não chegou mas eu gosto de presentes surpreendentes e acho que com toda essa dedicação no objetivo, to exercitando a arte da paciência, que eu realmente tenho pouca! rsrsrsrsrs

Fiquem ligados se vou conseguir esse homem gente!! Quando acontecer eu escrevo em detalhes o nosso sexo…

Muitos beijos da Aline!!!

 

Sexo gostoso com desconhecido no quarto de hotel…

A arte de fazer sexo gostoso com um homem, definitivamente é o tesão que você está sentindo naquele momento. Tem dias que a mulher não está afim de nada, tem dias que ela  quer mesmo é deitar na sua cama e dormir, descansar. Terá dias então, e geralmente são dias de período fértil, que a mulher está muito afim de transar, que tudo que está na sua volta, seja no trabalho, seja no caminho do banco, seja na academia, que TUDO vai remeter ao sexo com alguém, seja seu marido ou seu amante, ou no nosso caso de swinguers, com os dois juntos.

Não é porque eu faço swing que eu tenho vontade de fazer sexo o tempo todo. Além de ter dias que a mulher sente mais tesão, tem todo o envolvimento e a atração pelo homem que você está prestes a sair. Uma coisa é fato, hoje eu estava cheia de tesão por um único motivo… comentei com uma pessoa totalmente fora do mundo swing, que eu tinha um blog que contava histórias reais e ajudava o pessoal casado que quer iniciar suas fantasias começando pelo menage e troca de casais. A reação dessa pessoa me deixou toda molhada!!! Nossa gente, como eu senti tesão diante daquela situação, o cara ficou tipo assim 😧😧

Claro que eu tinha total liberdade de falar com essa pessoa sobre o blog, porque é um profissional na área digital e eu precisava de dicas para melhor escrever e melhor divulgar essa ferramenta que pode ajudar tantos casais. Mas aquela curiosidade que despertou nele e a safadeza que ficou evidente em seu rosto que me excitou….

De imediato, pra apagar meu fogo, chamei um amigo gostoso e fiz sexo com ele na frente do meu marido (pelo Skype) como a algum tempo não fazia…. que TESÃO que eu tava sentindo. Que homem gostoso! Tudo causado por uma conversa que iniciou sem intenção de acabar em sexo.

Mulher é assim, pode estar totalmente apagada mas se ouvir uma palavra certa ou visualizar algo que excite, ferve como água em abolição…

beijos safados para todos !!!