Festa no motel ou em casa de swing?

Já a alguns anos decidimos eu e o Tom frequentar as festas no motel promovidas por um grupo de casais amigos que curtem gang bang e menage, confesso que preferimos hoje em dia ainda, as festas no motel. Isso não quer dizer que não curtimos as casas de swing pelo contrário, além de curtir bastante ainda indicamos para os novos casais e solteiros que iniciem indo a uma, porque existem mais benefícios do que malefícios iniciar no meio conhecendo uma casa.

Assim como todos os empreendedores e comerciantes, as casas de swing também tiveram que passar por modificações em sua estrutura e sua administração depois do desenvolvimento rápido e constante da internet. As mensagens de whatsapp ou SMS tornaram tudo mais fácil e acessível, fica muito mais pratico hoje marcar um encontro sem precisar do intermédio das casas de swing, como era a tempos atrás, por esse motivo também a interação entre as pessoas, conversar mesmo pessoalmente ficou menos comum, uma vez que existem casais e solteiros que preferem escrever do que falar olhando olho no olho (isso é em tudo).

Só que para manter uma casa de swing em pé, funcionando com tudo em cima e depender de um público muito variado e que está sempre em constante renovação é uma tarefa muito difícil, por isso talvez algumas casas comecem a pecar em alguns pontos que são fundamentais para a fidelização dos bons swinguers. Cobrar preços muito caros nas bebidas, prometer cortesias e não cumprir, deixar a desejar no som, não caprichar muito na limpeza principalmente na parte dos quartos, não ter uma pessoa disponível para ser a anfitriã da festa aquela que vai apresentar o lugar caso chegue um novato, são detalhes que vão fazendo com que a gente perca o interesse de voltar a frequentar e assim buscar outras alternativas para realizar nossas fantasias.

Há ainda casas de swing que em uma tentativa de chamar mais publico, colocam garotas de programa para se exibir na pista e no pole, dão cortesias a travestis e transexuais para chamar a atenção de casais e solteiros com outros tipos de fantasias, não menos gostosas diga-se de passagem. Mas isso faz com que a maioria dos casais de swing raiz se afaste e então procure por outras alternativas de festas, como as de motel.

As festas no motel são sempre mais objetivas, pra começar que uma suíte para encontros grandes em motel, giram em torno de 70 a 80 pessoas de lotação máxima o que já é bastante gente, mas fazendo um encontro com no máximo 50 pessoas já é uma delicia!! Mais objetiva, mais aconchegante e com mais pessoas em comum, a festa tende a ser mais comunicativa, o organizador já convidou e fez uma lista com homens e mulheres que provavelmente compartilham dos mesmos interesses então isso facilita para o esquentar do clima. Sobre os preços de festas no motel, isso pra mim é praticamente igual… o que realmente diferencia ambas as festas são as pessoas.

Lembrando que existem casas de swing que proporcionam festas exclusivas assim como as de motéis e que quando acontecem são S E N S A C I O N A I S!

Escolher entre frequentar uma festa no motel ou uma casa de swing vai depender exclusivamente de você e de suas preferências, tanto uma como a outra são organizadas e movimentadas por pessoas ou grupos, então escolha bem em qual você quer se encaixar e aproveite para transar e gozar muito!!

Beijoss da Aline!!

 

Sem frescura, eu vou transar com você!

Me encanta o clima da noite a empolgação de se arrumar para sair, pensar em cada detalhe do look da maquiagem, dar uma conferida no sapato melhor e nem sempre o mais confortável, tomar um banho bem gostoso passar o hidratante no corpo escolher o perfume….

Finalmente sair de casa para se divertir e torcer para que a noite seja boa o suficiente para valer cada momento de preparação, a sensação que a noite baladeira traz é de flerte, namoro e sexo admito que adoro essas três coisas.

Na ultima sexta, eu fiz toda essa preparação para sair torcendo para que a festa não me decepcionasse. Saímos para uma festa swing, em uma casa de swing que frequentamos e gostamos de ir, apesar de a maioria de nossos amigos não frequentarem tão assiduamente essa casa, nós temos um casal de amigos que promove festas lá que são nossos amigos reais, aquele tipo de casal que você quer ter perto sempre e se eu for começar a falar deles não vou chegar no real sentido desse post de hoje, rsrsrrs (eu amo vocês Luxuria e Ostentação)

Mas então a festa não me decepcionou, lotada e cheia de gente bonita estava todo mundo se divertindo, bebendo e se conhecendo sem hipocrisia. Estava eu escorada no bar quando avistei 3 rapazes novos e visivelmente “virgens” do meio swing, bem tímidos eles conversavam entre si perto do pole dance quando eu chamei a promoter da festa e falei -“Precisamos ajudar esses rapazes!” Fomos então lá e nos apresentamos, então eu tive a certeza, eles não eram solteiros do swing, eram curiosos que moravam em outro estado e estavam lá pra saber e entender como os casais se divertem na noite liberal.

A primeira pergunta deles para mim foi -” Como funciona isso aqui?!” Com paciência fui resumindo para eles o tipo de fantasia que cada casal poderia ter, alguns gostam do dark room, outros transam somente nos quartos privados com chave, tem aqueles que gostam das cabines onde as pessoas de fora podem espiar mas a intenção de todas as pessoas que vem aqui é fazer sexo, vocês podem interagir com os casais ou com as mulheres e jogar abertamente com eles porque se elas gostarem de vocês, sem sombra de duvidas vocês poderão ir transar lá no andar de cima. Flertar é livre a sedução é sempre bem vinda, só uma coisa que eu não gosto nas pessoas tanto lá na noite quanto na vida social é a mentira…

Mentir faz com que o enganado crie esperanças falsas, ou acredite em uma história ilusória, isso não é bom para ninguém e não faz ninguém crescer como pessoa, eu poderia ter mentido para aqueles rapazes virgens na festa sexta e dizer que ali todas as mulheres eram putinhas e que eles poderiam chegar em qualquer uma que teriam sexo gostoso, mas eu preferi resumir que cada casal tem sua fantasia e que era importante eles saberem em qual delas poderiam se encaixar.

Não precisa haver mentira ou falsas palavras e frases no meio swing, uma vez que estamos ali para se divertir e se libertar do cotidiano tão corrido e exaustivo que estamos vivendo, falar uma inverdade para alguém no meio da transa na tentativa de agradar ou despertar mais tesão vai lhe causar constrangimento depois, porque a mentira tem perna curta mais ainda depois que você goza.

Seja verdadeiro sempre com seus parceiros, faça muito sexo mas não invente mentiras na tentativa de agradar… Se o sexo for gostoso ele vai se repetir naturalmente, tesão por alguém estimula a auto estima e deixa tudo mais colorido.

Uma semana de muito tesão para todos vocês… Beijosssss

Quero uma noite de sexo pegado!

Uma das dúvidas mais frequentes que tenho recebido dos leitores, é como encontrar pessoas, casais ou solteiros, que queiram a mesma coisa que eles. Tem bastante gente legal por aí que já conversou com seu parceiro, combinou o que fazer, qual a fantasia que querem realizar e agora precisam dar o passo decisivo e fazer as fantasias acontecerem, e como vamos fazer isso?

Eu parto do princípio que a decisão inicial de vocês é ir a uma casa de swing. Se você não curte balada, musica alta, aquele clima escuro e envolvente da night, mesmo assim sem curtir, vocês tem que ir pra ter a experiência. Lá nas casas, vai ter gente para todo o tipo de festinha e com certeza alguém que estará lá vai ter a mesma fantasia sexual que vocês.

Chegar na casa de swing ir para um canto do bar, ficar abraçado com seu parceiro e não interagir com as pessoas também não vai resolver muito.Se você é meio tímido procure a promoter da festa que ela com certeza vai encontrar uma maneira de te entrosar com algum outro casal que também é mais quietinho, tem pessoas nas casas que estão lá para isso, fazer com que os novos integrantes se sintam bem e conheçam as pessoas. Vale dizer que mesmo que você não encontre ninguém que lhe oriente, ou não queira conversar com ninguém somente observar, explore todos os ambientes da casa, o dark room, o labirinto, as suítes privativas, as cabines olhe tudo… enquanto você observa a casa e as pessoas, tem casais ou solteiros que também estão observando vocês.

Depois que decidirem ir, estando lá dentro da casa, com todo aquele clima de sedução, sexo e fantasias, tudo pode acontecer e então vou listar (a pedido de alguns solteiros) como devemos chegar nos casais.

  • Visualizou aquela mulher linda e sabe que é um casal, tenha respeito em primeiro lugar, e cumprimente os dois (marido e esposa).
  • Se apresente com um nome de pessoa, não apelido que vocês usam em alguns sites de relacionamento swing, a não ser que o apelido seja bacana, porque tem muitos que tem um codinome horrível tipo “quero sexo” “como você” “comedor” “casalfudedor”, mesmo que você não queira se apresentar agora com o nome que está em sua identidade, se apresente como João e Maria que fica mais decente.
  • Se o casal te ignorar, não insista! Parta para outra.
  • Não convide de primeira para o sexo, observe se o casal está no clima de transar, ou está somente curtindo a noite e buscando novos amigos… mas se eles te derem bola, vá com tudo! Quando o casal quer um solteiro ele espera pegada do mesmo.
  • Leve sempre a camisinha de sua preferência, porque se você chegar lá na hora H e tiver que pedir para os outros, aff queridoooo! eu acho isso broxante além de que é coisa de homem despreparado.
  • Se você é casal e quer chegar em outro casal, antes de convidar para o sexo, vocês tem que conversar sobre o que é a fantasia dos 4 envolvidos, a sua pode ser só observar sua mulher e a fantasia do outro casal pode ser fazer a troca… então nesse caso alguém vai sobrar, e não é legal. Deixe sempre bem claro o que você quer curtir.

Tendo sempre um pouco de bom senso você vai longe, casais e solteiros que querem sexo, querem mesmo transar vão encontrar lá dentro da casa de swing o parceiro(s) ideal e talvez o inicio de relacionamentos picantes e muito duradouros.

Muuitooo sexo pra vocês genteee.

 

Dicionário do Swing…

Achei interessante esse vocabulário que foi escrito no blog abaixo.

Certo de que cada região cria sua própria maneira de se expressar e conversar, gírias e palavras que são específicas de cada parte desse Brasil, essas são as principais maneiras que encontramos de nos entender entre os casais e solteiros swinguers.

via vocabulário do swing | Blog Swing Marina e Marcio

9 Mentiras e 1 Verdade sobre o swing!

Verdades e mentiras do mundo do swing! Ouço muitos iniciantes falar sobre swing de uma maneira equivocada, hoje em dia já está muito comum ouvir e compartilhar informações desse meio, principalmente por causa dos grupos de whatsapp, uma imagem, propaganda ou até um link de blog como esse meu pode entrar em um grupo e se espalhar na web com muita rapidez e assim todos acham que sabem falar de sexo swing, menage e tudo que envolve o sexo em grupo com toda a convicção. Mas não é bem assim não pessoal! Pra ser swinguer tem que viver o swing, nada como a experiência pra poder distinguir o que é verdade do que é mentira!

9 Mentiras e 1 verdade….

  1. Lá na casa de swing, todo mundo fica pelado transando com todo mundo na cama maior.
  2. Quem faz swing salva o casamento.
  3. Eu adoro bi-feminino, ficamos só com mulheres porque meu marido tem fantasia de me ver só com mulheres (mentira em 90% dos casos) PS. A fantasia e o interesse tem que ser do casal e não só do marido…
  4. Todo mundo que vai na casa de swing ganha um roupão na porta para ficar a vontade durante a noite toda.
  5. A troca de casais acontece facilmente, é só eles se conhecerem que já vão marcar um encontro pra transar.
  6. Todo mundo é amigo nas casas de swing, as pessoas se conhecem trocam informações umas das outras e não existe preconceito do gosto e fantasia de fulano ou beltrano.
  7. Ninguém sente medo do que os outros vão pensar.
  8. Todo mundo que é do meio swing é bonito, corpo escultural se cuida, mantém higiene e não usam camisinha.
  9. O casal que faz swing nunca se separa.

x2014-737293084-2014072762976.jpg_20140812.jpg.pagespeed.ic.2MT8JCrMzC

E finalmente a única verdade!!

  • Quem faz swing raiz, seleciona com quem quer sair pelas afinidades do casal, ninguém é forçado a nada, tudo é permitido mas nada é obrigatório. Uma vez que há um entendimento entre o casal, eles fazem sexo com quem e quantos quizerem, existindo tesão e um bom acordo, tudo é possível. Posso dizer que há fases da vida do casal que proporciona mais vontade de ir a casas de swing, tem vezes que é melhor uma festa particular do que a balada liberal.

Como tem gente falando de swing e sexo por aí como se fossem os donos da verdade, acho um pouco precipitado falar de assuntos que você não tem total conhecimento, por isso…. antes de sair espalhando boatos que ouviram nos grupos de whatsapp, é importante tentar compreender e respeitar a decisão de cada um.

Muitos beijos quentes da Aline.

Eu já fui o presente de um casal! Quanta honra…

Ufa… ando tendo semanas corridas de muito trabalho e problemas, por isso estou tendo pouco tempo para contar-lhes novas experiências. Mas ontem, tive uma reunião de trabalho com uma grande amiga e relembramos um momento importantíssimo da nossa vida swinguer, rsrsrsrsrs.

A alguns anos atrás conheci pessoalmente um solteiro aqui em Porto Alegre que não era um total estranho, empresário, ele é proprietário de um comércio bem centralizado e bem conhecido aqui, mas eu não tinha intimidade com ele e não tinha contato, conhecia só de nome mesmo. Após uma postagem de uma foto minha bem linda no facebook, ele deixou uma mensagem privada e confesso que me surpreendi com aquele primeiro contato pois eu nunca esperava uma mensagem daquele cara.

Passados os dias e a insistência do candidato a uma transa, falei pra ele que rolaria nós dois num quarto de motel, desde que meu marido estivesse junto, para a surpresa total dele!

“Aline, eu nunca vivi uma situação assim! Eu só vejo isso na literatura, achei que nunca iria ter esse tipo de prazer…”

Não preciso nem dizer que ele topou né! Passamos meses fazendo “festinhas” particulares na minha casa, na casa dele e por algum tempo fiquei com ele de meu fixo. Não saiamos com mais ninguém, não precisava… aquele triângulo amoroso nos bastava.

Acontece que como eu sempre digo, os melhores sempre são casados, ou tem namoradas… Esse nosso novo amigo começou a namorar e junto com esse namoro aconteceu o afastamento de nós, super normal! Ele estava começando a se apaixonar e procurava um relacionamento duradouro e maduro assim como o meu e de meu marido.

Passados alguns meses, acho que até mais de um ano, esse amigo querido começou a fazer contato novamente, mas agora ele queria iniciar a nova namorada numa relação a três ou a quatro… rsrsrsrs uma vez swinguer sempre swinguer! Me chamou e depois de algumas mensagens me convenceu a sair com eles, eu estava meio receosa pois sentia medo de que aquela mulher não entendesse nossa relação de amizade com sexo e acabasse sentindo ciumes, e isso só iria estragar o namoro deles. Meu marido me liberou para ir fazer menage com o casal, nossa…

tumblr_static_tumblr_static__640

Foi meu primeiro encontro sozinha com um casal! Foi a primeira vez daquele casal… e foi inesquecível! De cara teve sintonia nos nossos olhares (meu e da amiga) e isso é fundamental para a transa dos três, uma vez que não há afinidade entre as mulheres, não acontece um sexo gostoso. Me senti ótima em ser o “presente” do casal, (ps. será que é assim que os solteiros se sentem conosco?!) os dois estavam ali esperando uma amiga para satisfazer suas fantasias, aquela mulher estava louca pra chupar uma bucetinha pela primeira vez, beijar e lamber, pegar nos peitos… qual mulher nunca teve esse pensamento?! E eu além de satisfazer aquele casal, ganhei uma amiga e parceira para toda a vida… Foi uma troca de prazer, de amizade, de experiências e enquanto existir tesão entre nós, nos divertiremos juntos, nós três ou nós quatro!!

Essa foi minha experiência de hoje! Mil beijos da Aline 😉

Estou encantada por outro homem! E agora?

Existe uma linha tênue entre a paixão e o inesquecível, um dos maiores medos dos integrantes casais do swing é de alguém perder o controle da situação quando envolve sentimento. O ciúmes e a insegurança do homem ou da mulher no relacionamento é o principal agravante para que o mesmo não se jogue nas delicias do relacionamento aberto.

Mas nós casal Aline e Tom, não temos mesmooo esse problema de insegurança, ciúmes e medo, uma boa parte dessa solidez no nosso casamento se dá por muitas experiências que já passamos (boas e ruins) e pela certeza de dependermos um do outro para a vida. Nos amamos, e nos jogamos nas nossas fantasias sexuais com muita confiança um no outro.

Mas confesso que semana passada fiz uma “festa” com um rapaz, transei loucamente com ele e isso me fez pensar no perigo das paixões repentinas, que balançam os casamentos… Ficamos mais de duas horas nos devorando um ao outro! Foi muito gostoso e tenho certeza que não foi só pra mim. Aquele homem, com gosto de Homem com “H” maiúsculo, chegou no quarto onde eu estava já esperando por ele, não falou muita coisa me beijou, me pegou na nuca, me prensou contra parede e daí pra frente eu só me lembro de gemer e sentir prazer

mundonovelas_Em nova maratona na cama, Atena pega Romero na mentira1

Ele não parou em nenhum momento de me comer, durante quase duas horas! Só interrompeu pra trocar a camisinha depois de fazer sexo anal comigo. Gozamos os dois, eu senti o gosto da porra quente dele na minha boca que chego a lembrar aqui agora, escrevendo…. Vestiu a roupa, disse que tinha sido ótimo me conhecer e que tinha valido a pena a espera (foram muitas tentativas de marcar antes de dar certo). Bem calado, sem carinhos, sem troca de histórias só olho no olho, intensidade e muito tesão.

Hoje aqui no silencio do meu escritório eu me lembro dele e de quanto foi GOSTOSO fazer sexo com ele, espero ve-lo em muitas festas ainda por aí e quem sabe dê certo novamente de estarmos numa mesma cama, e numa mesma sintonia pra poder curtir um ao outro como aquela noite da semana passada…. O caso é que isso que eu estou sentindo no momento, não é uma paixão por ele, é um encantamento por ter tido uma experiência única com uma pessoa linda e muito masculina, assim como eu gosto. Esse encantamento se tornou inesquecível, e por muitos anos eu lembrarei daquela noite com ele.

Apaixonar-se por alguém e uma mistura de encantamento, sintonia, química, prazer e tentativas de rever aquela pessoa todos os dias ou toda a semana. Tenho a liberdade de querer ve-lo e sair com ele quando sentir tesão, mas acho prudente e respeitoso com o meu casamento deixar esse fogo baixar para não causar problemas em meu relacionamento com meu marido e com os outros casais swinguers que convivemos. Fica a dica para aqueles que se entregam demais aos sentimentos e acabam sufocando o outro para novos encontros… Prudência será a palavra chave.

Um beijo enorme….

Porque fazer uma troca de casal?

Escrevo esse post especialmente para um casal de amigos que estão no meio a pouco tempo e que tem muitas duvidas sobre, como prosseguir sem estragar a relação deles, como transar com outro e deixar o marido ficar com outra e não acontecer o temido “ciumes”… Pois bem:

Já falei em outros posts que a base de um relacionamento duradouro dentro e fora do swing é a confiança, respeito mutuo e tal. Mas partindo do principio que: “Nós queremos, vamos tentar” então que ótimo! Vamos procurar o perfil ideal para fazer a tão esperada troca de casais….

Mas porque fazer uma troca? Qual é a desejo sexual do casal? Sim… o desejo tem que ser dos dois!! Muitos casais acabam se confundindo nessa decisão de fazer uma troca, ou simplesmente deixando mais acentuado o desejo de apenas 1 ao invés de ser discutido o desejo dos dois….

Decidimos fazer uma troca porque eu sinto MUITO TESÃO em pensar na possibilidade de ver minha mulher transando com outro homem… nossa!! Como isso me excita, quero ver essa cena pra ontem!!! Então camarada, pera aí… se o seu desejo é ver a sua mulher com outro homem, procure um menage e não uma troca de casais, porque numa troca, outra mulher estará ali esperando pra ser devorada como a sua vai ser, e como você vai fazer o serviço se tiver hipnotizado pela sua esposa com o outro…. Pensa bem.

Agora, decidimos fazer uma troca de casais porque eu (esposa) tenho muita vontade de fazer sexo com outra mulher, mas tem que ser uma mulher normal… assim como eu, não uma garota de programa que vamos pagar, tem que ser uma mulher bonita, cheirosa, gostosa com um bom papo e que me atraia!! Outra situação gente, que o melhor é procurar um menage denovo…. porque vocês duas vão se divertir ali no inicio, vão se chupar, se beijar, se lamber, sentir o cheiro uma a outra, tu vai querer chupar a bucetinha dela enquanto o teu marido fode ela de quatro, nossa! Muita coisa pode acontecer com vocês duas, mas enquanto isso o que você fará do marido dela lá no cantinho batendo punheta?!

A ultima alternativa de sabermos porque queremos uma troca de casal: Queremos conhecer casais legais, que sejam do nosso porte fisico ou não, que sejam educados, gentis e atraentes…. que a gente consiga falar abertamente de sexo, que a gente tenha afinidade suficiente para eu ver a minha mulher sendo comida pela marido dela e ali, na hora do sexo eu possa comentar com ela ” Olha lá, teu marido vai gozar com a minha mulher, e eu vou fazer você tomar todo o meu leitinho, você quer?!” e os quatro estejam naquele estado de excitação e extase que nada mais existe a sua volta, a não ser aquele momento de sexo pegado onde todas as fantasias dos quatro envolvidos estão sendo realizadas…. Isso que é a troca de casal, uma realização de quatro pessoas que estão se curtindo, se envolvendo sexualmente e não tem ninguem sobrando.

Se o casal está convicto de que o desejo é dar e receber prazer para o outro… daí meus queridos, a troca é SENSACIONAL. Espero ter ajudado.

Beijos da Aline!

O papel da mulher no swing!

Machista né?! Começar um post como se a mulher tivesse um papel diferente, mais ou menos importante dentro de um mundo tão liberal e gostoso. O que interessa é que decidi escrever sobre o nossa maneira de se comportar diante as situações e desejos que vão surgindo pelo fato de que nós mulheres só iremos fazer o que quiser, na hora e com quem desejar. É muito importante ressaltar que, estatísticas mostram ser dos maridos a iniciativa de ingressar nesse mundo, então…. quase sempre parte do marido a ideia da segunda pessoa na sua cama.

E porque não falar?! A ideia inicial do marido para sua esposa é fazer um menage feminino, (na maioria dos casos) convidar uma amiga da academia pra fazer uma festinha.. Ah, queria tanto poder pegar nos peitos daquela lá, ou da atendente do caixa? – Vai lá amor, conversa com ela e vê se não rola uma jantinha lá em casa?!…. e por aí vai.

Quase sempre o desejo sexual do homem parte de ter duas mulheres peladas com ele, e em alguns casos a esposa se submete a entrar nesse barco somente para satisfazer o marido… Não estou querendo que as mulheres deixem de querer experimentar uma outra mulher, que eu acho fantástico e maravilhoso, muito gostoso poder fazer sexo com outra, estou querendo avisar as minhas amigas que não se submetam somente as vontades do seu marido! Se vocês em comum acordo toparam experimentar o mundo liberal, as vontades do casal tem que ser igualmente satisfeitas…

Vejo muito casal no site de relacionamento swing que temos perfil, deixando bem explicito sua vontade “Somente casais e solteiras” , mas quando conheço pessoalmente e converso com a esposa ela me confessa: – Eu queria muito fazer sexo com outro homem e meu marido, mas ele não quer… prefere somente solteira!

Mulheres lindas, amigas, liberais e com um casamento tão sólido não podem ficar submissas a uma só vontade, tem que abrir o leque de opções e conversar com seu parceiro sobre todos os seus desejos… Muitas vezes as esposas não falam sobre outras vontades, por exemplo um menage ou uma gang bang, por medo de começar uma briga ou aparecer um ciumes.

Vale dizer a todo solteiro que quer fazer sexo com casais, que a esposa ali é um presente que ele está tendo… E outra, alguns casais tem a fantasia de que o solteiro ali é o “brinquedinho” deles, seja gentil com a esposa e seja forte na hora do sexo, seja educado com o marido mas chame ele de “corno” se o casal curtir, chupe ela! Meu Cristo, quanto homem eu vejo por aí que não vai lamber aquela bucetinha gostosa ali pedindo pra ser lubrificada… Ah solteiros, se jogue no sexo com os casais, porque a mulher vai sempre pedir mais para o marido se você for inesquecível.

Beijoss amigas lindas!!

Menage

 

Como é fascinante saber que podemos realizar nossas fantasias quando e na hora que quiser. Logo depois das experiências que tivemos com troca de casais, partimos então para concretizar o desejo de meu marido, que era me ver transando com outro homem, fomos em busca então do primeiro parceiro!

Partimos em busca de perfil desejado, o que eu gostaria de ter na cama conosco?! Aquele bem dotado, ou aquele saradão, ou aquele com a bunda linda, ou aquele que simplesmente me cantou e ganhou minha confiança? Qual deles se encaixava na nossa busca… Para meu marido não importava que perfil físico tivesse, contando que tivesse o pau grande! Vixe, já para mim precisava que o rapaz ganhasse minha confiança, claro que se todos esses atributos viessem junto no pacote de um bom papo e confiança, a coisa ficava muito mais legal mas como éramos iniciantes, não tínhamos muitos amigos desse meio. Então decidi que nosso parceiro iria ser um antigo amigo.

Começamos então a trocar mensagens pelo computador, e então passei meu numero de telefone celular para ele entrar em contato. Morávamos longe e mesmo assim ele se deslocou da cidade dele até a nossa para termos a nossa primeira noite juntos, primeiro menage dele e nosso… quanta inocência junta! rsrsrsrsr

Quando ele chegou, recebi ele na porta da frente de casa com uma roupinha bem provocante, ficamos na sala por um tempo, nós três conversando… falamos diversos assuntos, desde trabalho até as afinidades sexuais, percebia no seu olhar que ele estava louco de tesão por mim e assim eu me insinuava e provocava mais ainda, bebemos um pouco e então meu marido foi tomar banho.

Ficamos a sós na sala, então não demorou muito e começamos a nos beijar fogosamente, eu me abaixei e abri as calças dele, estava com o pau latejando de tão duro… comecei a chupar gostosamente aquele pau enquanto ele me segurava nos cabelos literalmente fudendo a minha boca. Tirei a minha roupa e ele chupou meus mamilos, ali mesmo na sala ainda… meu marido estava no banho ainda, escutávamos o chuveiro ligado e assim eu levei ele até nosso quarto. ele me chupou, viu que minha bucetinha estava molhada de tesão pela situação, nisso meu marido saiu do banho e veio para o quarto. Enquanto eu chupava o pau gostoso do meu marido, nosso amigo veio, colocou a camisinha e veio me comer, enquanto ele fodia a minha buceta eu chupava meu marido, em meio aquele tesão todo fizemos uma DP (dupla penetração) dei meu cuzinho para o amigo e meu marido me comeu pela frente,  eu de quatro marido embaixo e o amigo por cima de mim, que tesão… o amigo então saiu de traz para dar  lugar para o dono do corpinho.. rsrsrsr meu marido veio e fez aquele sexo anal que ele tanto curte!! enquanto isso nosso amigo gozou na minha boquinha! Ele enchia minha boca de porra e meu marido me comia por traz, que noite! Depois dessa eu nunca mais dispensava um sexo a três, escolhi certo nosso amigo que se saiu muito bem… foi uma noite excitante e muito boa de ser lembrada.