Amizade demais, sexo de menos.

Faz dias que venho tentando elaborar pra vocês a minha opinião sobre a amizade “pra sempre” no meio swing. Mas antes que comecem as críticas sobre a minha maneira de pensar, já adianto… nós temos amigos que fizemos dentro do swing e que queremos e vamos levar para sempre em nossas vidas, sim isso acontece!

A questão que quero fazer vocês refletirem é porque as amizades se tornam tão legais, tão importantes e tão fundamentais para nosso convívio que o tesão acaba?! É comum ver casais que já tem uma certa experiência no meio swing fazer aniversários, natal, finais de semana com família e amigos swinguers tudo junto e misturado e nenhum problema porque aquelas pessoas já se tornaram parte da familia e que legal! Estamos muito felizes assim.

Fazendo uma breve pesquisa entre nossos casais de amigos, e tirando a nossa experiência sobre essas amizades percebemos que quanto mais próximo da nossa casa, família, nosso cotidiano, menos sexo rola entre ambos, mas porquê? Deveria ser diferente né, uma vez que a maioria dos casais que vão marcar um encontro para conhecer outras pessoas dizem: “vamos lá conversamos e se rolar afinidade, vamos mais adiante” “só saímos com casais que já rola uma química.”

Se conhecemos tão bem os casais que já são nossos parceiros, porque menos sexo rola entre nós? Não é assim gente? Parem e analisem a sua volta, se você já é swingueiro…

Eu particularmente entendo que a proximidade a nossos problemas cotidianos, o cuidado em não perturbar nos horários impróprios como trabalho e outros compromissos, saber das nossas dificuldades com a família, conhecer nossos filhos, faz com que nossa cabeça e nossa memória pense primeiro na dificuldade que nossos amigos tem ou terão e depois pense em sexo e safadeza. Vou dar um exemplo:

Se você não conhece a intimidade do casal (família, casa) e bate um tesão do caralho naquelas pessoas, você parte logo para tentar realizar a transa, se não rolar… tudo bem, parte pra outra. Agora se você já é amigo intimo do casal e bate o tesão neles, você chega pra conversar e logo vem, “filho ta bem?” “resolveu o problema com o pai” “que bom que conseguiram sair antes do trabalho” “ontem fui dormir super tarde”…. e daí, a conversa vira rotina e o tesão vai embora.

Salvo algumas exceções a amizade demais atrapalha o sexo, pode rolar algum dia acho que até deve! No dia que o clima tiver super aquecido e não tiver ninguém pra atrapalhar, mas vai ser um dia…

Por isso que eu sempre digo: “A fila anda” , conheceu o casal e transou com ele, foi muito gostoso, vai se repetir por algumas vezes… aproveite ao máximo essas transas pra se tornarem memoráveis porque se o casal for tão bacana, tão legal ao ponto de você querer te-lo em sua vida, lá no futuro quando o sexo for raro, terão uma vida de histórias eróticas pra relembrar e compartilhar com os amigos novos.

Bom sexo a todos…

 

Sou solteiro e quero transar com as casadas!

Eu quero participar do mundo swing! Eu gostaria de transar com casais! Como faço para sair com uma casada?

Dúvidas frequentes que recebo por e mail ou whatsapp e pra falar bem a verdade são difíceis de responder, primeiramente porque cada pessoa tem um jeito de pensar e uma maneira de agir mas podemos tentar seguir uma linha de comportamentos para ter sucesso na conquista da mulher, vou falar em específico para os solteiros.

Você amigo solteiro que tem entre 18 e 25 anos (salvo raríssimas exceções) não sabe nada ainda sobre uma vida conjugal, sobre os desafios que um casal tem no seu dia a dia em sua vida social, com essa idade o que você tem que saber é quantas cadeiras da faculdade quer fazer, qual o carro que vai comprar ou trocar, qual festa vai ir no final se semana, quanto pode gastar e muito importante! Se você tem uma namorada, tem prioridade em faze-la feliz e satisfazer os desejos sexuais dela, ser fiel ao relacionamento que você tem com ela e se dentro desse relacionamento surgir a ideia ou conversa sobre um menage aí sim meu amigo você vai se realizar. Mas se mesmo assim você quiser participar do mundo swing, tenha cuidado e paciência.

Um solteiro que não namora está livre na pista frequentando baladas e tem um grupo de amigos parceiros procura, inevitavelmente, sexo sem compromisso e é aí que o swing entra nas conversas. Um encontro na casa de alguém, algumas cervejas e o assunto vem a tona… – ” Cara, conheci uma mulher casada que transa com um monte de homens e o marido sabe…” Pronto! O assunto ta na roda e agora quem tiver mais curiosidade e maturidade vai saber digerir a informações e procurar ou não essa tal mulher, ou um lugar que possa encontrar mais delas, um monte delas… já pensou que paraíso?

O homem maduro seja ele qual idade estiver sabe prontamente como abordar e conversar com qualquer mulher, seja ela casada ou solteira, do swing ou fora dele. Mas para quem não tem nenhuma experiência dentro do swing, chegar em uma casa de swing ou fazer um perfil no site de relacionamento requer algumas observações que vai fazer você ter sucesso nas futuras amizades e transas inesquecíveis.

  • Seja educado, não fale grosserias do tipo comparar alguma parte do corpo dela com a parte de algum animal “que bunda de égua” “que peitos de vaca” “que anca” gente… parece mentira, mas recebo elogios assim! Isso além de ser totalmente fora de uma cantada é broxante para a maioria das mulheres, porque há quem goste em algum lugar do mundo, porque do contrário não daria certo nunca… Será que alguma vez deu certo?!
  • Para um perfil de relacionamento swing, use fotos atraentes e não somente do seu “companheiro” fotos só de pau não despertam o interesse nas mulheres, nós queremos ver mais de vocês… suas mãos, sua boca são instigantes e fazem termos curiosidade de ver o resto.
  • Se você tem um perfil no site de relacionamento e está querendo sair com as mulheres que você julga serem interessantes, faça comentários nos posts visualize as fotos e curta, se faça presente nas atualizações e na primeira oportunidade de estar na mesma festa que ela se apresente, saia do virtual e seja direto…
  • Se você for a alguma festa de swing, encontro com mais casais e solteiros e chegar no “vamo ve” sentir que o clima esquentou que vai rolar sexo na frente de todo mundo e não se sentir a vontade, broxar… não se preocupe! É mais comum do que você pensa os solteiros não se soltarem de primeira, ou talvez não se soltarem nunca para sexo assim pra todo mundo ver, isso não quer dizer que você é ruim de cama ou broxa, isso pode querer dizer que você prefere uma suruba ou um sexo mais particular. E se mesmo assim, sozinho num quarto de motel com um casal você não funcionar, daí talvez você não sirva para o swing… mas isso só com alguns encontros mal sucedidos você vai saber, não desista de primeira.
  • Se a vontade do cara é transar com mais mulheres somente, sem marido sem mais solteiros tipo uma exclusividade, você o rei da mulherada então procure somente as solteiras, nas festas elas estão sempre lá desfilando beleza e simpatia, as mulheres solteiras também existem no site mas são em menos quantidade.

Assim como numa conquista pelo whatsapp,um flerte na cafeteria ou uma cantada na fila do banco ganhar a confiança e a atenção de uma mulher requer educação e criatividade, no swing não é diferente a questão é que as casadas vão vir sempre com o marido junto e você tem que ter segurança e tesão para realizar as fantasias deles e se beneficiar com isso.

Espero ter ajudado vocês homens maravilhosossssss

 

Safadas, gostosas e o grupo de whatsapp

Assim como a maioria das pessoas ou quase a totalidade do mundo virtual hoje, eu estou em um grupo de whatsapp rsrsrsrs, só que esse grupo obviamente é mais “quente” que os grupos normais, somos em 9 mulheres casadas, safadas e bemmm putas (com todo respeito) hehehehhehe.

Resolvi falar sobre nossas conversas do grupo, simplesmente porque hoje estávamos trocando uma ideia sobre os últimos homens que fizemos sexo e eu percebi o quanto é gostoso poder conversar abertamente com amigas que você confia plenamente! O mundo swing tem essa vantagem que o mundo social hipócrita não tem. Nós mulheres casadas, bem estruturadas no nosso relacionamento, temos a liberdade e confiança de poder conversar e trocar experiência sobre TODOS os assuntos que quiser, tirar duvidas, falar sobre as festas, sobre nossa família, nossos medos, sobre nossas inseguranças e ainda mais… falar sobre os bofes mais gostosos, com os maiores paus, aquele que mais teve pegada, indicar um amigo, compartilhar do amigo recém conhecido e assim cultivar uma boa amizade, além de que já chupei algumas delas.

Nos grupos sociais sem estar no mundo swing, tem muita gente que gostaria de fazer sexo com seu marido, ou aquele cara que dá encima de você sempre mas que você não pode contar porque vai ser uma confusão total, enfim… os grupos de pessoas do swing, costumo dizer que são muito mais honestos e “corretos” do que os outros casais de amigos que você tem, simplesmente pelo fato de que se o amigo swinguer quer comer a sua esposa, ele vai falar abertamente, e você vai saber… diferente daquele seu amigo do trabalho por exemplo.

Essa amizade que eu cultivo nesse grupo de 9 amigas, é muito importante pra mim. Com elas eu posso trocar as minhas experiencias e admirar as delas, nós juntas fazemos festas inesquecíveis sempre regadas de muitas risadas, carinho, compreensão e sexo… muito sexo!

Hoje falamos de amigos novos como eu não pude sair essa noite passada, elas relataram a noite que tiveram com amiguinhos novos, mostraram fotos falaram sobre a pegada deles, se valeu ou não a pena, se eram bonitos ou só tinham o pau gostoso, se gostam de transar no quarto aberto ou somente no quarto com chave… sim, porque cada uma gosta de satisfazer suas fantasias da sua maneira, e todas somos diferentes. Sabe aquela  curiosidade de todo homem em saber o que conversamos no banheiro?! Então, é o assunto que rola no nosso grupo de whatsapp, e pode ter certeza que as conversas de banheiro não chegam nem perto das nossas declarações quentes e safadas no nosso grupo! Um brinde a nossa amizade colorida!!!

brinde

Adoro vcs mulheres maravilhosas, beijossss

 

Sai, transei e me apaixonei!

 

Diferentemente dos relacionamentos normais, o casal swing pode ter a liberdade de marcar encontros e sair sozinho, ou seja, sem que seu companheiro esteja junto. Isso acontece quando já existe um grande entrosamento entre o casal e também um combinado entre as partes. No nosso caso, além de haver uma confiança e uma cumplicidade ímpar, existe também o tesão!

Sim, aqui em casa ele sente tesão em saber que estou me arrumando em casa, me perfumando, me depilando para ir me encontrar com alguém, ou “alguéns”… Ele gosta, isso excita e deixa a nossa relação mais gostosa. Por esse motivo, sempre faço as vontades dele marcando encontros nos dias mais inesperados, deixo para pegar ele de surpresa.

Certo dia, um amigo me chamou no whatsapp com aquele velho começo de conversa: – Tudo bem? Quanto tempo?

Aquela foto dele de janela já me despertou imaginações… Lembrei a ultima vez que transávamos numa cabine de casa de swing, eu sentada no pau do meu marido e ele me comendo por traz.. ah ! aquela famosa DP (dupla penetração) ele no cuzinho e o marido na bucetinha, e para apimentar mais ainda, tinham uns 5 caras espiando pelos furos da cabine e pedindo “deixa eu entrar!” “que delicia” “que morena linda” … Ui ui ui

Passado esse mar de lembranças, comecei a dar assunto para ele já pensando “vai que a noite rola uma coisinha”, fomos nos lembrando de momentos juntos, nos atualizando de como estavam nossas vidas, trocando fotos atuais e quando vimos.. pronto! Marcado o encontro para mais a noite. Liguei para o marido e falei: -Vou chegar mais tarde em casa hoje… já com aquele ar de malícia.

Chegamos no motel, eu e o amigo começamos aquelas preliminares deliciosas, ele chupa aqui, eu chupo mais ali lá.. tirei a roupa dele, ele pegou nos meus seios com força, me beijou, me virou de bruços e me bateu na bunda, enfiou os dedos na minha bucetinha molhada me chamou de puta safada, puxou meus cabelos e me virou de frente. Pegou a camisinha e deu pra eu colocar nele com a boca, tentei fazer o que ele pediu.. mas confesso que não consigo fazer isso ainda (tenho que treinar mais) rsrsrsr. Então ele me ajudou e veio pra cima de mim, enfiou aquele pau enorme em mim com força, eu gemia alto, muito tesão!

Transamos por horas… ai que delicia! Pedi pra ele gozar na minha boca que era pra eu sentir aquele calor do tesão que ele sentia por mim, e sente até hoje! 😉

Sou apaixonada por esse amigo, pelo tipo de transa que temos e pela honestidade que ele tem comigo e com meu marido. Nunca saímos sem permissão e quando saímos sempre é inesquecível. Que as boas energias me permitam a ter sempre amigos e amigas assim por perto!

Beijos amigos queridoss!!!