Swing, troca de casal… o lado bom e o lado perigoso!

Juntos durante o final de semana todo e em casa, nos aventuramos eu e meu marido a assistir filme, procurando por opções então apareceu para nós e chamou a atenção o filme “2 mais 2”, um filme argentino do ano de 2013.

Sentamos então no sofá da sala depois que todos já haviam dormido e com uma taça de vinho começamos a sessão. Que filme fantástico!

Uma comédia romântica que mostra quando o swing entra na vida do casal, as opiniões de diferentes ângulos, as mudanças de fantasias, os perigos e as incertezas, e o desfecho que insinua cautelosamente que uma vez swinguer, sempre swinguer….

Fica a dica para quem está nos “dias” e não pode sair pra transar! rsrsrsrs

via Assistir 2 Mais 2 Dublado Online – YouTube

Beijosss

Amizade demais, sexo de menos.

Faz dias que venho tentando elaborar pra vocês a minha opinião sobre a amizade “pra sempre” no meio swing. Mas antes que comecem as críticas sobre a minha maneira de pensar, já adianto… nós temos amigos que fizemos dentro do swing e que queremos e vamos levar para sempre em nossas vidas, sim isso acontece!

A questão que quero fazer vocês refletirem é porque as amizades se tornam tão legais, tão importantes e tão fundamentais para nosso convívio que o tesão acaba?! É comum ver casais que já tem uma certa experiência no meio swing fazer aniversários, natal, finais de semana com família e amigos swinguers tudo junto e misturado e nenhum problema porque aquelas pessoas já se tornaram parte da familia e que legal! Estamos muito felizes assim.

Fazendo uma breve pesquisa entre nossos casais de amigos, e tirando a nossa experiência sobre essas amizades percebemos que quanto mais próximo da nossa casa, família, nosso cotidiano, menos sexo rola entre ambos, mas porquê? Deveria ser diferente né, uma vez que a maioria dos casais que vão marcar um encontro para conhecer outras pessoas dizem: “vamos lá conversamos e se rolar afinidade, vamos mais adiante” “só saímos com casais que já rola uma química.”

Se conhecemos tão bem os casais que já são nossos parceiros, porque menos sexo rola entre nós? Não é assim gente? Parem e analisem a sua volta, se você já é swingueiro…

Eu particularmente entendo que a proximidade a nossos problemas cotidianos, o cuidado em não perturbar nos horários impróprios como trabalho e outros compromissos, saber das nossas dificuldades com a família, conhecer nossos filhos, faz com que nossa cabeça e nossa memória pense primeiro na dificuldade que nossos amigos tem ou terão e depois pense em sexo e safadeza. Vou dar um exemplo:

Se você não conhece a intimidade do casal (família, casa) e bate um tesão do caralho naquelas pessoas, você parte logo para tentar realizar a transa, se não rolar… tudo bem, parte pra outra. Agora se você já é amigo intimo do casal e bate o tesão neles, você chega pra conversar e logo vem, “filho ta bem?” “resolveu o problema com o pai” “que bom que conseguiram sair antes do trabalho” “ontem fui dormir super tarde”…. e daí, a conversa vira rotina e o tesão vai embora.

Salvo algumas exceções a amizade demais atrapalha o sexo, pode rolar algum dia acho que até deve! No dia que o clima tiver super aquecido e não tiver ninguém pra atrapalhar, mas vai ser um dia…

Por isso que eu sempre digo: “A fila anda” , conheceu o casal e transou com ele, foi muito gostoso, vai se repetir por algumas vezes… aproveite ao máximo essas transas pra se tornarem memoráveis porque se o casal for tão bacana, tão legal ao ponto de você querer te-lo em sua vida, lá no futuro quando o sexo for raro, terão uma vida de histórias eróticas pra relembrar e compartilhar com os amigos novos.

Bom sexo a todos…

 

Podemos confiar nos amigos do swing?

Assim como na vida social de cada um, o meio swing também nos pega de surpresa certas horas com falsas amizades e excesso de superioridade. Muitas pessoas estão fazendo do swing um meio de complementar renda ou em alguns casos até o seu trabalho o famoso “ganha pão”, mas para que você viva do trabalho swing é preciso ter muita experiência, ser empreendedor, estar sempre ligado em novas estratégias e manter-se atualizado nos tipos de aventuras, desejos sexuais e casais que estão na mídia que você vai poder tirar vantagem no seu negócio.

Mas esse post não é para as pessoas que querem viver do swing até porque eu teria que contratar um coach para me especializar totalmente sobre o assunto. Estamos no swing para realizar fantasias sexuais, ter liberdade no relacionamento, ser um personagem em alguns casos e viver a vida apreciando e conhecendo os prazeres da luxuria e não para causar picuinhas, inimizades e constrangimentos para o grupo de amigos que convivemos ou para os casais que formos conhecer, isso deixamos para nossa vida cotidiana e social que é inevitável que em certos momentos que aconteça.

Criar um vinculo de amizade, uma afinidade aqui e ali com algumas pessoas no swing é fundamental para que você consiga transar do jeito que você gosta com mais freqüência, então manter essas amizades é quase que uma obrigação. O problema é quando aquele amigo ou aqueles amigos que você considera começam a tentar tirar vantagem financeira para “complementar renda” organizando festas a preços altos e fugindo do real intuito do swing, que é única e exclusivamente o sexo.

Os convites que chegam a você começam a não ser apenas por querer ter a sua presença na festa ou curtir uma noite ardente de sexo com mais pessoas, os convites começam a ser só para ter mais um pagante e ainda há aqueles organizadores que tiram vantagem promovendo a festa em cima da sua imagem, convidando os outros anunciando que tal casal da mídia vai estar. Isso pessoal não é um julgamento de que está certo ou errado ser feito, é só uma exposição de como acontece e que temos que estar preparados para saber diferenciar o que o casal quer curtir, do que o casal está sendo influenciado a curtir, nós casal Aline e Tom só queremos curtir a festa com muito sexo e prazer fazer amizades dentro do swing sim e quem sabe podermos comemorar aniversários de um jeito que muitos casais gostariam mas não tem essa liberdade que nós do swing temos.

Saber separar as amizades para sexo e festas das amizades que querem só mais um número para ganhar vantagem é uma tarefa difícil, e você só vai saber fazer com algum tempo de experiência no meio. Portanto priorizem sempre o seus desejos e os seus prazeres, aquilo que o casal quer… que faz vocês terem delírios, quando saberem vão ter a certeza de que festa curtir e com quem vão compartilhar esse prazer.

Boas amizades a todos…

Carnaval, swing e a Gang Bang “dazamigas”

Existe uma amizade forte entre os casais swinguers que criam uma afinidade em seus gostos, e fantasias, prazeres. Nós temos um grupo de casais que se conhece a muito tempo, frequentam e organizam festas mistas durante todo o ano.

Um certo ano atras decidimos alugar uma casa no carnaval, 4 casais… três loiras e uma morena. Quatro mulheres lindas e cheias de charme em uma casa com piscina, numa praia movimentadíssima do litoral gaucho, imagina… Carnaval 5 dias de folia, amizade, bebida e churrasco, sexo e pegação, nossaaaaa foram bem legais aqueles dias e noites.

Durante o dia, aproveitavamos a piscina, o sol e fazíamos contatos novos para a noite que chegaria, todas as noites tinham solteiros novos e amigos antigos que vinham nos visitar, nós quatro (mulheres) ficamos com a missão de convidar e atrair os boys para nossa casa…

Em especial, conheci um amigo novo… Aquele cara que além de transar comigo e com as minhas amigas, ele deixou claro que não queria ser nosso amigo apenas aquelas noites de carnaval, e sim amigo para todo o resto de nossa vida. Nesse meio swing, existem pessoas que passam pela nossa vida e deixam marcas, boas e ruins….Mas seguindo, corpo lindo, um pau maravilhoso, uma pegada surpreendente, beijo quente, aquela voz no ouvido que enlouquece, uma boca maravilhosa…

Fizemos sexo no salão de festas que tinha ao lado da piscina. No primeiro momento estavam lá no salão somente eu, meu marido e ele… mas em seguida chegou uma das minhas amigas e ficamos nós 4. Como a casa estava sempre recebendo novos amigos, os gemidos do salão de festas eram um convite para o prazer, logo foram chegando todos que estavam na casa, era um verdadeiro tesão aquele salão de festas, enquanto eu estava com meu amigo no sofá, uma das minhas amigas estava com dois homens na mesinha de centro, e no cantinho num colchão improvisado estava minha terceira amiga com mais três. Aquele clima de sacanagem e safadeza tomou conta do nosso primeiro dia de mini férias.

tumblr_lusv0hgy6J1qe3dq2o1_500

Transamos durante alguns minutos (eu e esse amigo especial) e depois fomos pra area da piscina, tomar uma cervejinha e dar um tempo para renovar as energias. Quando retornei ao salão de festas, estavam lá uns 9 amigos, era meio escuro… tinha uma luz colorida giratória em uma tomada no canto, somente aquela luz iluminava as pessoas que estavam ali, puro tesão… Conversavam entre si e sorriam, o som estava alto quase que como numa festa, uma das minhas amigas estava transando com o marido dela no sofá e alguns deles olhavam, outros passavam a mão. Quando eu entrei já fui em direção a outro solteiro que ainda não havia ficado, chupei e sentei no pau dele enquanto isso outro veio e colocou o pau na minha boca, meu marido estava sentado na cadeira bem a minha frente, voyer como ele gosta. Decidi fazer DP , mas como tinham muitos ali naquele momento, fiz um rodizio… kkkkkk cada um comia meu cuzinho um pouco enquanto eu ficava sentada num só amigo. Foi uma delícia!!! Quando eu já estava bem cansada, levantei e chamei minha amiga que estava fumando na beira da piscina. “Help Brenda! Por favor, não estou dando conta mais” hehehehehehe. Amigas são pra essas coisas mesmo!!!

Carnaval inesquecível! Beijos amigosss e amigasss

 

Safadas, gostosas e o grupo de whatsapp

Assim como a maioria das pessoas ou quase a totalidade do mundo virtual hoje, eu estou em um grupo de whatsapp rsrsrsrs, só que esse grupo obviamente é mais “quente” que os grupos normais, somos em 9 mulheres casadas, safadas e bemmm putas (com todo respeito) hehehehhehe.

Resolvi falar sobre nossas conversas do grupo, simplesmente porque hoje estávamos trocando uma ideia sobre os últimos homens que fizemos sexo e eu percebi o quanto é gostoso poder conversar abertamente com amigas que você confia plenamente! O mundo swing tem essa vantagem que o mundo social hipócrita não tem. Nós mulheres casadas, bem estruturadas no nosso relacionamento, temos a liberdade e confiança de poder conversar e trocar experiência sobre TODOS os assuntos que quiser, tirar duvidas, falar sobre as festas, sobre nossa família, nossos medos, sobre nossas inseguranças e ainda mais… falar sobre os bofes mais gostosos, com os maiores paus, aquele que mais teve pegada, indicar um amigo, compartilhar do amigo recém conhecido e assim cultivar uma boa amizade, além de que já chupei algumas delas.

Nos grupos sociais sem estar no mundo swing, tem muita gente que gostaria de fazer sexo com seu marido, ou aquele cara que dá encima de você sempre mas que você não pode contar porque vai ser uma confusão total, enfim… os grupos de pessoas do swing, costumo dizer que são muito mais honestos e “corretos” do que os outros casais de amigos que você tem, simplesmente pelo fato de que se o amigo swinguer quer comer a sua esposa, ele vai falar abertamente, e você vai saber… diferente daquele seu amigo do trabalho por exemplo.

Essa amizade que eu cultivo nesse grupo de 9 amigas, é muito importante pra mim. Com elas eu posso trocar as minhas experiencias e admirar as delas, nós juntas fazemos festas inesquecíveis sempre regadas de muitas risadas, carinho, compreensão e sexo… muito sexo!

Hoje falamos de amigos novos como eu não pude sair essa noite passada, elas relataram a noite que tiveram com amiguinhos novos, mostraram fotos falaram sobre a pegada deles, se valeu ou não a pena, se eram bonitos ou só tinham o pau gostoso, se gostam de transar no quarto aberto ou somente no quarto com chave… sim, porque cada uma gosta de satisfazer suas fantasias da sua maneira, e todas somos diferentes. Sabe aquela  curiosidade de todo homem em saber o que conversamos no banheiro?! Então, é o assunto que rola no nosso grupo de whatsapp, e pode ter certeza que as conversas de banheiro não chegam nem perto das nossas declarações quentes e safadas no nosso grupo! Um brinde a nossa amizade colorida!!!

brinde

Adoro vcs mulheres maravilhosas, beijossss

 

Gang Bang ! A noite no motel

Me deixa feliz lembrar do dia que eu fiz nossa primeira GANG BANG. Depois de formar uma amizade com um grupo de casais swingueiros que gostam de fazer sexo com muitos homens ao mesmo tempo, começamos a frequentar uma festa particular que todo ano é feita em um motel de Porto Alegre, uma festa fechada só entra com nome na lista, com convidados super selecionados pelos casais organizadores essas noites no motel costumam ser inesquecíveis. Depois que fomos convidados conhecemos outros tipos de casais, mais solteiros e outros tipos de preferências e fetiches. Fomos em duas ou três festas no motel e não nos soltamos para o sexo, curtimos o som os amigos, as histórias de cada um, bebemos e assistimos muito sexo pegado, mas nós não fizemos nada, talvez porque toda a mudança requer tempo para que as coisas se encaixem, como nós não frequentávamos esse tipo de festa e nossas preferências eram outras, aquilo ali ainda era “estranho”.

Mas então, depois que ficamos mais íntimos de alguns casais organizadores e que frequentavam essas festas a mais tempo, nos sentimos mais a vontade para nos liberar no famoso gang bang, me senti segura para realizar esse fetiche, que era mais do meu marido que meu, porque todos os solteiros da festa me deixavam a vontade para me soltar.

Certa hora em meio aquele clima de sexo azaração, peguei um amigo pelo braço e fomos para uma das camas, tiramos a roupa e quando estava chupando o primeiro amigo, já chegaram mais dois… eu estava de quatro na cama com um pau na boca, segurando outro e outro do meu lado esquerdo esperando pra ser chupado, nisso veio outro rapaz e lambeu a minha bucetinha e o cuzinho preparando para penetrar em mim, nesse momento eu estava com quatro homens a minha volta e estava adorandoooo!!! O primeiro que lambeu, colocou a camisinha e me comeu fortemente, eu gemia alto e os gemidos atraiam mais “amigos” para minha volta…

O rodízio de amigos me comendo se repetia, todos aqueles quatro sentiram a minha buceta molhada e não tenho ideia de quantos mais, não contei…. Quando eu cansava de ficar de quatro, deitava um amigo sentava encima e os outros vinham com o pau na minha boca para eu chupar… Isso se repetiu duas vezes na noite, nesse momento e logo mais no final da festa em frente a mesa de sinuca, eu escorada com os peitos no veludo da mesa e eles me comendo de pé mesmo, foi um rodizio de homens que metia em mim nessa hora, por final três deles gozaram no meu rosto todo suado com a maquiagem já borrada, foi uma delicia nossa primeira gang bang.

São poucos os casais que curtem e procuram uma gang bang, acho que o principal motivo disso é realmente o machismo por parte de ambas as partes, já que muitos casados ou solteiros costumam buscar na internet fotos e vídeos de sexo grupal ou sexo com mais pessoas, se divertem assistindo sentem prazer, mas lá.. na net e com outras mulheres, porque quando se imaginam ali na cena, com suas mulheres daí a coisa muda… existe o preconceito e os pudores impostos pela sociedade. Sexo é bom e tem que ser experimentado em todas as formas! Eu aqui adoro minhas “gangs” e por muito tempo ainda quero repetir. 😉

 

Sai, transei e me apaixonei!

 

Diferentemente dos relacionamentos normais, o casal swing pode ter a liberdade de marcar encontros e sair sozinho, ou seja, sem que seu companheiro esteja junto. Isso acontece quando já existe um grande entrosamento entre o casal e também um combinado entre as partes. No nosso caso, além de haver uma confiança e uma cumplicidade ímpar, existe também o tesão!

Sim, aqui em casa ele sente tesão em saber que estou me arrumando em casa, me perfumando, me depilando para ir me encontrar com alguém, ou “alguéns”… Ele gosta, isso excita e deixa a nossa relação mais gostosa. Por esse motivo, sempre faço as vontades dele marcando encontros nos dias mais inesperados, deixo para pegar ele de surpresa.

Certo dia, um amigo me chamou no whatsapp com aquele velho começo de conversa: – Tudo bem? Quanto tempo?

Aquela foto dele de janela já me despertou imaginações… Lembrei a ultima vez que transávamos numa cabine de casa de swing, eu sentada no pau do meu marido e ele me comendo por traz.. ah ! aquela famosa DP (dupla penetração) ele no cuzinho e o marido na bucetinha, e para apimentar mais ainda, tinham uns 5 caras espiando pelos furos da cabine e pedindo “deixa eu entrar!” “que delicia” “que morena linda” … Ui ui ui

Passado esse mar de lembranças, comecei a dar assunto para ele já pensando “vai que a noite rola uma coisinha”, fomos nos lembrando de momentos juntos, nos atualizando de como estavam nossas vidas, trocando fotos atuais e quando vimos.. pronto! Marcado o encontro para mais a noite. Liguei para o marido e falei: -Vou chegar mais tarde em casa hoje… já com aquele ar de malícia.

Chegamos no motel, eu e o amigo começamos aquelas preliminares deliciosas, ele chupa aqui, eu chupo mais ali lá.. tirei a roupa dele, ele pegou nos meus seios com força, me beijou, me virou de bruços e me bateu na bunda, enfiou os dedos na minha bucetinha molhada me chamou de puta safada, puxou meus cabelos e me virou de frente. Pegou a camisinha e deu pra eu colocar nele com a boca, tentei fazer o que ele pediu.. mas confesso que não consigo fazer isso ainda (tenho que treinar mais) rsrsrsr. Então ele me ajudou e veio pra cima de mim, enfiou aquele pau enorme em mim com força, eu gemia alto, muito tesão!

Transamos por horas… ai que delicia! Pedi pra ele gozar na minha boca que era pra eu sentir aquele calor do tesão que ele sentia por mim, e sente até hoje! 😉

Sou apaixonada por esse amigo, pelo tipo de transa que temos e pela honestidade que ele tem comigo e com meu marido. Nunca saímos sem permissão e quando saímos sempre é inesquecível. Que as boas energias me permitam a ter sempre amigos e amigas assim por perto!

Beijos amigos queridoss!!!