Vou largar o meio, serei um ex swinguer…

Durante o decorrer do nosso tempo de casal swinguer, já conhecemos muita gente muitos casais casados, casais de namorados, solteiros, casais inventados só para matar a curiosidade de conhecer uma balada liberal, pessoas com fantasias sexuais bem peculiares e algumas digo até bem estranhas rsrsrsrsr.

Uma coisa nesse tempo todo é fato e certeza, não existe ex swinguer…. Tenho amigos solteiros que conheci a 5 anos por exemplo e que vão e vem na minha agenda com números de celular diferentes porque começam a namorar, colocam fora aquele numero e somem, ficam anos em um namoro são fiéis mas quando acaba pegam a agenda antiga e procuram quem?! Aquelas mulheres casadas que já encontraram em algum momento no swing, vocês amigas que estão lendo esse post agora, tenho certeza que vão se familiarizar com esse caso.

Conheço casais que eram felizes em suas vidas de swing, eram ótimos na cama mas infelizmente por motivos pessoais vieram a se divorciar, mas nem por isso largaram o swing. Cada um seguiu a sua vida liberal solteiro ou tentando achar uma cara metade que curtisse também o meio, isso porque o mundo liberal é excitante…

“Vamos sair do meio, não fazemos mais swing!”, até hoje não conheci nenhuma pessoa que cumpriu essa frase, rsrsrsrs. Isso porque swing vem linkado a prazer, sexo, liberdade e satisfação então tentar deixar para traz uma experiência tão cheia de atributos é como desaprender a andar de bicicleta… quase impossível!

Portanto ex swinguer é uma lenda é como ex jogador de futebol, por mais ruim que ele tenha sido na sua vida profissional ativa, ele sempre vai ser lembrado por ter sido de algum time…

 

A troca de casal que não deu certo! Porque?!

Lá no inicio da nossa vida swinguer nossos interesses eram somente casais, tudo era mais fácil sabe, a gente marcava de sair na sexta ou sábado ia para uma casa de swing e lá na casa, já tínhamos muitos amigos. Nos encontrávamos na pista de dança ou no balcão do bar e ali começava a noite, bebendo dançando e tirando a roupa todos os casais se enturmavam a amizade era instantânea e quase sempre acabava em sexo no andar de cima, lá nos quartos onde a coisa esquenta de verdade…

Mas tem casais que ficam amigos da gente ali, temos afinidades conversamos e bebemos juntos mas o sexo não rola na casa de swing, são particularidades que variam de casal para casal, há aqueles que gostam daquele clima de azaração mas pra fazer sexo mesmo tem que ser privado, marcar fora dali num motel ou em suas casas para que se soltem e aproveitem de verdade o que o sexo a 4 pessoas proporciona.

Conhecemos certa vez um casal desses, ficamos super amigos durante a noite e conversando percebemos que tínhamos afinidades, a esposa era linda…. exuberante, loira, com um corpo em forma, não muito alta, seios grandes e tinha um beijo muito gostoso, o marido era gente boa mas não tinha qualidades de beleza que valeria citar, um homem alto, magro e simples mas os dois formavam um casal muito bacana. Marcamos então de fazer uma jantinha na casa deles, que não era na mesma cidade onde moramos mas nunca nos importamos de pegar a estrada para ver os amigos.

Uma sexta feira, logo que chegamos em casa do trabalho comecei os preparativos pra sair, depilação unha, dar aquela escovada no cabelo, deixar os filhos com a baba e se organizar pra sair no horário porque eu detesto chegar atrasada aos lugares, acho desrespeito com quem está aguardando. Chegamos na casa deles e foi tudo ótimo, nos recepcionaram super bem, jantamos e rimos, bebemos tudo que casais de amigos fazem ao natural e daqui a pouco o clima começou a esquentar….

Tirei a roupa dela e parti pra cima, beijei lambi chupei, coloquei ela de quatro e dei uns tapinhas na bunda, passava as mãos em suas coxas enquanto ela chupava o meu marido, empinei bem a bunda dela e lambi a bucetinha e o cuzinho, tudo se encaminhava para ser uma noite fantástica! Meu marido então tomou a frente com ela e meteu bem gostoso eu via os dois transarem com muito fogo, que delicia!

Então eu estava ali com o marido dela, o beijo dele não era bom… acredito até hoje que ele não curti ou não curtia na época chupar então ele nem tentou, tentei de diversas maneiras fazer com que ele “subisse” sabe né gente, bati punheta, chupei me esfreguei subi pra cima dele, me mostrei, falava coisas no ouvido, tentei estimular ele em ver a esposa ali dando para meu marido com todo o fogo que ela tinha e nada. Até que depois de algumas tentativas e eu quase desistindo ele enfim, ficou duro! Pronto para o sexo comigo, fiquei de quatro e ele começou…. gente, não adiantou não tinha sintonia o rapaz era muito interessado, persistente mas não deu química, fazer o que?!

Com jeitinho eu falei pra ele que precisava tomar uma agua e fui pra cozinha…. deixei os três lá se divertindo e percebi depois de algum tempo observando, que ele tava curtindo mesmo era ver a esposa dele sendo devorada pelo meu marido. Não deu química entre nós dois, mas ele ainda sim continuava sendo aquele cara gente boa, educado e super receptivo.

 

Fotograma_Afinidades

Isso para nós dois como casal foi uma experiência ruim, por isso hoje sempre que casais vem até nós com duvidas de como iniciar sua esposa, ou como achar o casal perfeito para fazer swing nós questionamos muito sobre “qual é o real desejo dos dois?”. Saber exato qual é a fantasia do casal é o que vai definir se a transa vai ser boa ou não. Adoramos conhecer esse casal, mas para sexo não foi aquele êxtase que todo mundo espera, valeu a história que hoje tenho para compartilhar com meus leitores.

Beijos e boa sorte nos seus encontros….

 

Seja diferente… Seja uma mulher comum!

O que diferencia uma mulher bonita de uma mulher comum, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é um cabelo lindo e sedoso, uma cinturinha fina, uma barriguinha chapada, uma make perfect, roupas e perfumes caros, salto alto…

Todos esses estereótipos de beleza que a sociedade impõe, são superficiais e muitas fotos do instagran facebook que tem mulheres lindas e bem maquiadas, são efeitos de fotoshop e muitos editores de fotos que todos tem acesso. Não quero que pensem que sou uma feminista que defende os “direitos iguais” e acha que vaidade não é importante, pelo contrário, eu tenho convicção que a vaidade é fundamental para que sejamos notadas por qualquer lugar que vamos passar, mas a questão hoje aqui é: Porque mulheres bonitas são mais solitárias que mulheres comuns?!

Na minoria das vezes é uma opção daquela mulher linda e exuberante estar sozinha, tem a sua independência financeira e não se relacionar afetuosamente com ninguém, somente curtir… cada dia é um e cada final de semana ela curte diferente. Mas temos casos de depressão nos consultórios de psicologia  as pencas quando essa fase de balada acaba, e aquela mulher linda e exuberante acabou sem amor em sua vida, mas isso é uma opção de cada um.

Mulheres comuns são vaidosas, fazem a unha quando podem, retocam o tonalizante do cabelo de tantos em tantos meses conforme a necessidade, cuidam para que seu perfume favorito esteja sempre disponível, comprando um novo quando está para acabar, observam a roupa que está mais na moda e compram uma peça curinga para que possam usar em qualquer ocasião e estar bem vestida, gostam de estar a vontade nos sapatos afinal caminhar e ter uma coisa apertando ou incomodando no pé ninguém merece né gente e o principal… não se importam com tutoriais de maquiagem e moda que vão fazer com que as outras mulheres a percebam.

As mulheres lindas e preocupadas com o olhar feminino estão sempre antenadas em estar com a melhor e mais bonita roupa da festa, já a mulher comum se transforma na mulher mais bonita e interessante da festa somente pelo seu comportamento de não se importar se a sua aparência vai ser a mais chamativa da festa para outras mulheres. Elas fizeram tudo que puderam para estar lá, aproveitar curtir e namorar, ser simpática e contagiar os outros com sua simplicidade e elegância. Eu Aline sou uma mulher comum, não tenho nada de super…

Sejamos mais simples mulherada, mais simpática, mais contagiante e com certeza seremos as mais desejadas em qualquer lugar que passarmos.

woman-labor-makeup-today-160316-tease_4e42a2b110417475897f1dfc5157b60a.today-inline-vid-featured-desktop

Quero uma noite de sexo pegado!

Uma das dúvidas mais frequentes que tenho recebido dos leitores, é como encontrar pessoas, casais ou solteiros, que queiram a mesma coisa que eles. Tem bastante gente legal por aí que já conversou com seu parceiro, combinou o que fazer, qual a fantasia que querem realizar e agora precisam dar o passo decisivo e fazer as fantasias acontecerem, e como vamos fazer isso?

Eu parto do princípio que a decisão inicial de vocês é ir a uma casa de swing. Se você não curte balada, musica alta, aquele clima escuro e envolvente da night, mesmo assim sem curtir, vocês tem que ir pra ter a experiência. Lá nas casas, vai ter gente para todo o tipo de festinha e com certeza alguém que estará lá vai ter a mesma fantasia sexual que vocês.

Chegar na casa de swing ir para um canto do bar, ficar abraçado com seu parceiro e não interagir com as pessoas também não vai resolver muito.Se você é meio tímido procure a promoter da festa que ela com certeza vai encontrar uma maneira de te entrosar com algum outro casal que também é mais quietinho, tem pessoas nas casas que estão lá para isso, fazer com que os novos integrantes se sintam bem e conheçam as pessoas. Vale dizer que mesmo que você não encontre ninguém que lhe oriente, ou não queira conversar com ninguém somente observar, explore todos os ambientes da casa, o dark room, o labirinto, as suítes privativas, as cabines olhe tudo… enquanto você observa a casa e as pessoas, tem casais ou solteiros que também estão observando vocês.

Depois que decidirem ir, estando lá dentro da casa, com todo aquele clima de sedução, sexo e fantasias, tudo pode acontecer e então vou listar (a pedido de alguns solteiros) como devemos chegar nos casais.

  • Visualizou aquela mulher linda e sabe que é um casal, tenha respeito em primeiro lugar, e cumprimente os dois (marido e esposa).
  • Se apresente com um nome de pessoa, não apelido que vocês usam em alguns sites de relacionamento swing, a não ser que o apelido seja bacana, porque tem muitos que tem um codinome horrível tipo “quero sexo” “como você” “comedor” “casalfudedor”, mesmo que você não queira se apresentar agora com o nome que está em sua identidade, se apresente como João e Maria que fica mais decente.
  • Se o casal te ignorar, não insista! Parta para outra.
  • Não convide de primeira para o sexo, observe se o casal está no clima de transar, ou está somente curtindo a noite e buscando novos amigos… mas se eles te derem bola, vá com tudo! Quando o casal quer um solteiro ele espera pegada do mesmo.
  • Leve sempre a camisinha de sua preferência, porque se você chegar lá na hora H e tiver que pedir para os outros, aff queridoooo! eu acho isso broxante além de que é coisa de homem despreparado.
  • Se você é casal e quer chegar em outro casal, antes de convidar para o sexo, vocês tem que conversar sobre o que é a fantasia dos 4 envolvidos, a sua pode ser só observar sua mulher e a fantasia do outro casal pode ser fazer a troca… então nesse caso alguém vai sobrar, e não é legal. Deixe sempre bem claro o que você quer curtir.

Tendo sempre um pouco de bom senso você vai longe, casais e solteiros que querem sexo, querem mesmo transar vão encontrar lá dentro da casa de swing o parceiro(s) ideal e talvez o inicio de relacionamentos picantes e muito duradouros.

Muuitooo sexo pra vocês genteee.

 

Dicionário do Swing…

Achei interessante esse vocabulário que foi escrito no blog abaixo.

Certo de que cada região cria sua própria maneira de se expressar e conversar, gírias e palavras que são específicas de cada parte desse Brasil, essas são as principais maneiras que encontramos de nos entender entre os casais e solteiros swinguers.

via vocabulário do swing | Blog Swing Marina e Marcio

Eu tenho o whatsapp dele, mas não consigo chamar pra transar!

Desejo incontrolável, vontade repentina, tesão! Olhar para uma pessoa e visualizar o momento com ela, “amor a primeira vista”?! Aff isso não existe, quero falar em QUIMICA a primeira vista…

Quem aqui nunca teve a sensação de olhar uma pessoa e pensar, “uau! que isso, que pessoa é essa?!” e a pele arrepiar na hora, a pulsação aumentar e sem perceber comprimir as pernas. São sentidos que aguçam quando a gente se interessa por alguém, agora imaginem todas essas sensações podendo ser vividas sem hipocrisia e no lugar certo… Sim, acho que descrevi um pouco do que as casas de swing podem proporcionar a nós do swing.

Se você tem dúvidas ainda de que lá na casa de swing é o melhor lugar para iniciar suas fantasias em grupo, agora você pode ter certeza! Infelizmente vivemos ainda em uma sociedade que esconde seus prazeres, tem muita gente cheia de pudores por aí e se você ta afim de se soltar, cair na farra, ter uma noite livre… conheça uma casa de swing com seu parceiro.

Mas não é sobre casas de swing meu post de hoje, fizemos aniversário de casamento semana passada e como presente dessa união pude escolher uma pessoa pra fazer um menage, tá nenhuma novidade nisso eu sei, a sacada foi que eu pude sair sozinha numa noite normal, numa balada normal, e lá escolher uma pessoa que não é do nosso convívio swing, flertar e convidar pra transar a três… Legal né?! Poder fazer tudo isso sendo casada!! A questão é que eu desejei o homem mais difícil da festa, aquele que me deu arrepio quando eu olhei nos olhos dele e ele nos meus, o menos acessível, um homem público que está sempre ocupado e não é papo de quem quer me descartar não gente, ele realmente é cheio de compromissos com a vida particular mas não é casado, caso contrário já tinha desistido.

1481893b2d07f760458908424066

Com algumas tentativas me aproximei de um amigo dele, que me deu bola já de primeira, fui comendo pelas beiradas e consegui o numero do whatsapp do bendito homem que me chamou a atenção, mas já antecipo que não rolou nada naquela noite, estou desde então mandando mensagens e cantadas pra ver se ele cai na minha rede, oh homem difícil caros leitores!! Mas uma coisa eu sei, se ele não estivesse gostando das minhas investidas, ele já tinha me bloqueado no whatsapp. Ele responde minhas mensagens quando sobra tempo, na maioria das vezes a noite quando chega em casa, acha graça de algumas palavras que eu digo e eu sinto que ele se interessa por mim.

Meu tesão por ele só aumenta, nosso presente de casamento ainda não chegou mas eu gosto de presentes surpreendentes e acho que com toda essa dedicação no objetivo, to exercitando a arte da paciência, que eu realmente tenho pouca! rsrsrsrsrs

Fiquem ligados se vou conseguir esse homem gente!! Quando acontecer eu escrevo em detalhes o nosso sexo…

Muitos beijos da Aline!!!

 

9 Mentiras e 1 Verdade sobre o swing!

Verdades e mentiras do mundo do swing! Ouço muitos iniciantes falar sobre swing de uma maneira equivocada, hoje em dia já está muito comum ouvir e compartilhar informações desse meio, principalmente por causa dos grupos de whatsapp, uma imagem, propaganda ou até um link de blog como esse meu pode entrar em um grupo e se espalhar na web com muita rapidez e assim todos acham que sabem falar de sexo swing, menage e tudo que envolve o sexo em grupo com toda a convicção. Mas não é bem assim não pessoal! Pra ser swinguer tem que viver o swing, nada como a experiência pra poder distinguir o que é verdade do que é mentira!

9 Mentiras e 1 verdade….

  1. Lá na casa de swing, todo mundo fica pelado transando com todo mundo na cama maior.
  2. Quem faz swing salva o casamento.
  3. Eu adoro bi-feminino, ficamos só com mulheres porque meu marido tem fantasia de me ver só com mulheres (mentira em 90% dos casos) PS. A fantasia e o interesse tem que ser do casal e não só do marido…
  4. Todo mundo que vai na casa de swing ganha um roupão na porta para ficar a vontade durante a noite toda.
  5. A troca de casais acontece facilmente, é só eles se conhecerem que já vão marcar um encontro pra transar.
  6. Todo mundo é amigo nas casas de swing, as pessoas se conhecem trocam informações umas das outras e não existe preconceito do gosto e fantasia de fulano ou beltrano.
  7. Ninguém sente medo do que os outros vão pensar.
  8. Todo mundo que é do meio swing é bonito, corpo escultural se cuida, mantém higiene e não usam camisinha.
  9. O casal que faz swing nunca se separa.

x2014-737293084-2014072762976.jpg_20140812.jpg.pagespeed.ic.2MT8JCrMzC

E finalmente a única verdade!!

  • Quem faz swing raiz, seleciona com quem quer sair pelas afinidades do casal, ninguém é forçado a nada, tudo é permitido mas nada é obrigatório. Uma vez que há um entendimento entre o casal, eles fazem sexo com quem e quantos quizerem, existindo tesão e um bom acordo, tudo é possível. Posso dizer que há fases da vida do casal que proporciona mais vontade de ir a casas de swing, tem vezes que é melhor uma festa particular do que a balada liberal.

Como tem gente falando de swing e sexo por aí como se fossem os donos da verdade, acho um pouco precipitado falar de assuntos que você não tem total conhecimento, por isso…. antes de sair espalhando boatos que ouviram nos grupos de whatsapp, é importante tentar compreender e respeitar a decisão de cada um.

Muitos beijos quentes da Aline.

Eu já fui o presente de um casal! Quanta honra…

Ufa… ando tendo semanas corridas de muito trabalho e problemas, por isso estou tendo pouco tempo para contar-lhes novas experiências. Mas ontem, tive uma reunião de trabalho com uma grande amiga e relembramos um momento importantíssimo da nossa vida swinguer, rsrsrsrsrs.

A alguns anos atrás conheci pessoalmente um solteiro aqui em Porto Alegre que não era um total estranho, empresário, ele é proprietário de um comércio bem centralizado e bem conhecido aqui, mas eu não tinha intimidade com ele e não tinha contato, conhecia só de nome mesmo. Após uma postagem de uma foto minha bem linda no facebook, ele deixou uma mensagem privada e confesso que me surpreendi com aquele primeiro contato pois eu nunca esperava uma mensagem daquele cara.

Passados os dias e a insistência do candidato a uma transa, falei pra ele que rolaria nós dois num quarto de motel, desde que meu marido estivesse junto, para a surpresa total dele!

“Aline, eu nunca vivi uma situação assim! Eu só vejo isso na literatura, achei que nunca iria ter esse tipo de prazer…”

Não preciso nem dizer que ele topou né! Passamos meses fazendo “festinhas” particulares na minha casa, na casa dele e por algum tempo fiquei com ele de meu fixo. Não saiamos com mais ninguém, não precisava… aquele triângulo amoroso nos bastava.

Acontece que como eu sempre digo, os melhores sempre são casados, ou tem namoradas… Esse nosso novo amigo começou a namorar e junto com esse namoro aconteceu o afastamento de nós, super normal! Ele estava começando a se apaixonar e procurava um relacionamento duradouro e maduro assim como o meu e de meu marido.

Passados alguns meses, acho que até mais de um ano, esse amigo querido começou a fazer contato novamente, mas agora ele queria iniciar a nova namorada numa relação a três ou a quatro… rsrsrsrs uma vez swinguer sempre swinguer! Me chamou e depois de algumas mensagens me convenceu a sair com eles, eu estava meio receosa pois sentia medo de que aquela mulher não entendesse nossa relação de amizade com sexo e acabasse sentindo ciumes, e isso só iria estragar o namoro deles. Meu marido me liberou para ir fazer menage com o casal, nossa…

tumblr_static_tumblr_static__640

Foi meu primeiro encontro sozinha com um casal! Foi a primeira vez daquele casal… e foi inesquecível! De cara teve sintonia nos nossos olhares (meu e da amiga) e isso é fundamental para a transa dos três, uma vez que não há afinidade entre as mulheres, não acontece um sexo gostoso. Me senti ótima em ser o “presente” do casal, (ps. será que é assim que os solteiros se sentem conosco?!) os dois estavam ali esperando uma amiga para satisfazer suas fantasias, aquela mulher estava louca pra chupar uma bucetinha pela primeira vez, beijar e lamber, pegar nos peitos… qual mulher nunca teve esse pensamento?! E eu além de satisfazer aquele casal, ganhei uma amiga e parceira para toda a vida… Foi uma troca de prazer, de amizade, de experiências e enquanto existir tesão entre nós, nos divertiremos juntos, nós três ou nós quatro!!

Essa foi minha experiência de hoje! Mil beijos da Aline 😉

Aqui a putaria rola solta! O grupo da festa…

Partindo de que educação é bom e todo mundo gosta, começo a relatar o que pensamos sobre os grupos de whatsapp que hoje tomam conta do nosso cotidiano. Sabendo utilizar as ferramentas digitais, todos podem aproveitar para trocar informações importantes nos grupos, ter um grupo ou participar dele garante que nós vamos conseguir nos comunicar com muitas pessoas numa mesma mensagem e assim economizar o tempo que levaríamos para avisar um a um sobre um evento, uma festa, ou uma noticia importante que acabara de acontecer.

A questão é que para isso são formados grupos para diferentes fins, temos o grupo da família que lá nos integrantes podem participar crianças e adolescentes, temos o grupo do nosso trabalho, do jogo de futebol, das festas, dos empresários, um grupo de viagens, e claro também porque não da nossa putaria. Formamos um grupo onde podemos compartilhar nossas festas, convidar, marcar encontros entre si, marcar encontros somente com casais ou com casais e solteiros, trocar nudes, contar as aventuras vividas na noite passada, compartilhar fotos enfim… tudo que todo mundo faz diariamente e que não consegue mais viver sem.

Algumas regras de etiqueta para os grupos de putaria:

  1. Jamais fique insistindo em uma mesma foto TODOS OS DIAS, por bom senso pessoal, compartilhe uma foto sua uma vez e depois varie… aquela midia todos os dias enchendo o celular das pessoas pode chatear.
  2. Seja educado, educação nunca é demais por isso responda quando você for solicitado, também responda os “bom Dia” e agradeça quando alguém elogiar as suas “abundâncias” rsrsrsrs
  3. Quando for marcado algum evento do grupo, uma festa ou um encontro em que todos estejam convidados, confirme presença ou não! Quem está organizando a festa sempre precisa saber quantas pessoas vão para que toda a putaria de certo.
  4. Não misture as noticias do grupo de terceiros com o grupo da putaria, ali naquele grupo as pessoas estão interessadas em se divertir, em transar e em compartilhar mulheres lindas e nuas, paus conhecidos e desconhecidos. Por isso, tragédias e fofocas deixem pra compartilhar em outro tipo de grupo….
  5. Para chamar algum integrante do grupo da putaria no PV (privado), sempre peça permissão antes ali dentro do grupo, tem pessoas que não gostam de interagir particularmente.
  6. Mantenha uma foto sempre no perfil do whatsapp, todas as pessoas precisam identificar quem está ali, inclusive os administradores do grupo.
  7. Se você não está mais interessado no grupo, ou não tem mais afinidade com aquelas pessoas, SAIA de lá… o pior é ficar sem interagir como se você fosse um fantasma. Se você não tem tempo de ficar interagindo todos os dias, não tem problema não, uma vez por semana ao menos algum sinal tem que dar lá pelo menos para dizer que você está vendo as conversas.

images

Podemos aproveitar muito esses grupos para interagir, conhecer pessoas, casas de swing, trocar experiências, fofocar sobre os homens mais gostosos que já saímos, sobre as mulheres mais lindas, ou aquela que pegou o cara mais cobiçado, a mulher que mais chamou a atenção… todo esse tipo de conversa rola no grupo, para que sempre seja uma conversa gostosa e sem vulgaridade todos os integrantes tem que estar no clima certo.

Espero ter ajudado!!! Mil beijos da Aline

 

Quantidade de parceiros? Ou Qualidade de sexo? Qual troca de casal é melhor?

Conheço muitos perfis de casais no site de relacionamento que somos inscritos, que priorizam na vida deles marcar encontros e conhecer casais novos. Sempre em busca de um sexo fácil e rápido, eles tentam desesperadamente trocar whatsapp para facilitar a comunicação e assim conseguir agilidade para os encontros. Isso também vale nas casas de swing, tem casais que se enturmam rápido e por ter essa facilidade, conseguem concretizar o sexo, ou a troca de casais, mais facilmente e com mais casais numa só noite.

Existem também os casais mais tranquilos, que não priorizam o swing nas suas vidas e por isso tem relações com outros casais mais esporadicamente. Quando conhecem na festa um casal interessante, ou quando redescobrem aquele amigo antigo que a tempos não se encontram ou também quando, na sua vida social, encontram uma “brecha” pra se abrir com algum casal amigo e expor as suas vontades, a partir dessa revelação pode rolar sexo.

Posso definir esses dois tipos de casais como os que buscam quantidade, e os que buscam qualidade. Buscar quantidade de parceiros para o sexo faz com que o casal tente a todo momento, procurar para “logo mais a noite” um casal para transar ou um solteiro(a), ou vários… Esse tipo de comportamento é comum principalmente entre os mais novos casais, que estão recém descobrindo esse delicioso mundo e não querem e não podem perder tempo! Perder tempo pra que né gente? Temos o direito de saborear nossa vida como desejarmos não é??!! Eles se satisfazem conversando entre si, no escuro do quarto, sobre quantos casais já saíram, como fizeram, qual é o mais gostoso etc etc. Isso é o orgasmo desse tipo de casal, contar (quantidade) e falar para as pessoas com quantos transaram até agora.

Já os casais que buscam por qualidade geralmente são os mais experientes (isso não é uma regra) se preservam, se cuidam, têm trabalhos corridos suas cabeças cheias de problemas diários e com isso vão pensar em swing só a noite, e quando conseguem conciliar trabalho, casa, filhos e família. Essa categoria de casais, que buscam qualidade, não respondem whatsapp na hora, quando não tem afinidade com o casal que os procurou, não responde as mensagens, se reserva e fica sempre observando aquele casal ou amigos que se enquadram dentro das suas fantasias, não importa se vai ser um casal dentro de 3 meses, ou dentro de 1 ano o que importa é que quando acontecer, vai ser com quatro pessoas “tops” dentro do seu próprio conceito.

Consigo afirmar que nós aqui, somos uma mistura dos dois tipos, porque raramente fazemos uma troca de casais, mas quando fazemos sempre é com aquele casal bem escolhido. Mas lá, no escuro do nosso quarto, gostamos de fazer contas e nos orgulhar de quantas pessoas já transamos…. Então pessoal, não importa qual tipo de casal está certo ser, pra que julgamentos?! Temos é que nos descobrir e aproveitar o nosso momento da melhor maneira possível.

Mil beijos da Aline!!!!!!!!!