Existe uma linha tênue entre a paixão e o inesquecível, um dos maiores medos dos integrantes casais do swing é de alguém perder o controle da situação quando envolve sentimento. O ciúmes e a insegurança do homem ou da mulher no relacionamento é o principal agravante para que o mesmo não se jogue nas delicias do relacionamento aberto.

Mas nós casal Aline e Tom, não temos mesmooo esse problema de insegurança, ciúmes e medo, uma boa parte dessa solidez no nosso casamento se dá por muitas experiências que já passamos (boas e ruins) e pela certeza de dependermos um do outro para a vida. Nos amamos, e nos jogamos nas nossas fantasias sexuais com muita confiança um no outro.

Mas confesso que semana passada fiz uma “festa” com um rapaz, transei loucamente com ele e isso me fez pensar no perigo das paixões repentinas, que balançam os casamentos… Ficamos mais de duas horas nos devorando um ao outro! Foi muito gostoso e tenho certeza que não foi só pra mim. Aquele homem, com gosto de Homem com “H” maiúsculo, chegou no quarto onde eu estava já esperando por ele, não falou muita coisa me beijou, me pegou na nuca, me prensou contra parede e daí pra frente eu só me lembro de gemer e sentir prazer

mundonovelas_Em nova maratona na cama, Atena pega Romero na mentira1

Ele não parou em nenhum momento de me comer, durante quase duas horas! Só interrompeu pra trocar a camisinha depois de fazer sexo anal comigo. Gozamos os dois, eu senti o gosto da porra quente dele na minha boca que chego a lembrar aqui agora, escrevendo…. Vestiu a roupa, disse que tinha sido ótimo me conhecer e que tinha valido a pena a espera (foram muitas tentativas de marcar antes de dar certo). Bem calado, sem carinhos, sem troca de histórias só olho no olho, intensidade e muito tesão.

Hoje aqui no silencio do meu escritório eu me lembro dele e de quanto foi GOSTOSO fazer sexo com ele, espero ve-lo em muitas festas ainda por aí e quem sabe dê certo novamente de estarmos numa mesma cama, e numa mesma sintonia pra poder curtir um ao outro como aquela noite da semana passada…. O caso é que isso que eu estou sentindo no momento, não é uma paixão por ele, é um encantamento por ter tido uma experiência única com uma pessoa linda e muito masculina, assim como eu gosto. Esse encantamento se tornou inesquecível, e por muitos anos eu lembrarei daquela noite com ele.

Apaixonar-se por alguém e uma mistura de encantamento, sintonia, química, prazer e tentativas de rever aquela pessoa todos os dias ou toda a semana. Tenho a liberdade de querer ve-lo e sair com ele quando sentir tesão, mas acho prudente e respeitoso com o meu casamento deixar esse fogo baixar para não causar problemas em meu relacionamento com meu marido e com os outros casais swinguers que convivemos. Fica a dica para aqueles que se entregam demais aos sentimentos e acabam sufocando o outro para novos encontros… Prudência será a palavra chave.

Um beijo enorme….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s