De todas as festas que já fomos e curtimos, acredito que as mais bem aproveitadas para sexo foram as festas privadas. Na maioria das vezes, essas festas fechadas são realizadas para comemorar aniversário de alguém ou do casal como, aniversario de casamento etc.

Não que nas baladas liberais a festa é menos aproveitada, mas com um grupo menor e escolhido de pessoas, o clima tende a ser mais acolhedor e mais descontraído. A primeira festa fechada que fomos foi o aniversário de uma amiga casada, acho que tinham mais ou menos 10 casais e não lembro quantos solteiros, talvez mais que dez, ela fechou uma casa de swing de Porto Alegre num domingo a tarde e fez um happy hour somente para o aniversário dela, foi um máximo!

Era uma festa de aniversario como outra qualquer, tinha bolo, salgados, doces, refrigerantes e bebidas alcolicas, a unica diferença era que poderíamos (e deveríamos) comer a dona da festa… rsrsrsrsrs

Partimos para aproveitar a tarde num quarto bem no inicio do corredor a direita, eu tinha convidado para ir conosco um amigo solteiro que ainda não havíamos ficado juntos, ele é moreno alto de olhos azuis, muito lindo! Nossa como ele é gato, na época tinha um corpo escultural assim, malhado !  Já haviamos trocado fotos pelo skype e eu sabia o que tinha por baixo das calças dele, confesso que estava anciosa por aquele momento. Começamos a nos beijar naquele quarto quente, bem escuro tinha pouca luz, as paredes eram pintadas de vermelho, estávamos muito ofegantes eu e ele, meu marido ficou sentado no sofazinho só assistindo.

Começamos a suar, nos beijar e tiramos a roupa, ele tinha mãos grandes e puxavam meu cabelo comprido, levava alguns tapas na bunda quando ele me colocou de bruços na cama e passava a mão por todo meu corpo, desde as coxas até a nuca. Me virou de frente e me chupou, eu me agarrava na cabiceira da cama porque morria de tesão com aquela boca maravilhosa, foi aí então que ele veio e colocou o pau dele na minha boca, me imobilizou… eu deitada de frente e ele subiu pra cima de mim, colocou os joelhos embaixo dos meus braços e enfiou aquele pau gostoso na minha boca, eu não tinha saída… tive que chupar.

Fizemos sexo naquele quarto por bastante tempo. Saímos então e fomos para beira da piscina tomar um drink nos recompor para aproveitar mais a festa. Apresentei ele para todas as minhas amigas e quando estávamos saindo já para ir embora, eis que surge o segurança… aquele moreno enorme sabe, com roupa preta. Passou ali na festa da nossa amiga só para dar um oizinho, porque já era conhecido da aniversariante de outros carnavais, não estava a trabalho.

Quando eu vi aquele negro lindo, alto todo se querendo pra mim, não deu outra…. Ele parou na minha frente e perguntou meu nome, e porque estava indo embora tão cedo  daí como um passe de mágica, estávamos na cabine…. Se era um desejo que eu gostaria de realizar naquela época, era transar com um negro, pois bem! Estávamos loucos de tesão numa cabine de casa de swing, eu ele e meu marido. Fizemos um sexo inesquecível aquele dia, um sexo anal que nunca mais eu fiz com ninguém, acho que pela euforia do momento, foi muito gostoso.

Até hoje eu vejo o segurança da festa, e quase todas as vezes que conversamos e nos cumprimentamos, falamos nesse dia e o quanto foi absurdamente gostosa aquela transa. Já o outro amigo, o primeiro… nunca mais tivemos contato, talvez um dia ele lembre do meu nome e quem sabe leia o blog pra se identificar nessa história.

Beijoss amigos e amigas!

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s