O nosso inicio no meio foi realizando troca de casais, desde que nos casamos meu marido plantava a ideia na minha cabeça de me ver transando com outro homem, confesso que eu não digeria bem essa historia não, achava que isso era coisa de mulher puta, que nenhum homem iria mais me respeitar, que ele ia sentir ciúmes depois, e mais outros preconceitos que a sociedade impõe desde que a mulher nasce.

Mas então, passados 4 anos de casados e depois de muita conversa, decidimos conhecer esse meio através de um site de relacionamento, criamos um perfil com os codinomes “Aline e Tom” e começamos a interagir com casais que nunca havíamos visto e que não moravam na mesma cidade que nós. É interessante e muito excitante esse ar de mistério que está instalado nos sites de relacionamentos, porque a maioria dos perfis não mostram fotos de rosto, se exibem mostrando fotos de suas festas, corpos, paus e bucetas lindas, mas rostos não… isso é excitante e instiga os usuários a marcar encontros para conhecer aqueles perfis. É importante comentar que nesses sites existe um barreira (pra não dizer preconceito) muito grande com rapazes solteiros, um single por lá tem que ser muito insistente e muito educado para que consiga um encontro real, caso contrário não tem muito sucesso em meio aos casais.

Marcamos um encontro com um casal por meio desse site, a mulher aparentemente muito bonita, o homem nem tanto… mas os dois educados! Conversamos e fomos direto para o motel, fizemos famosa troca de casais, eu transei com o marido dela e meu marido com ela, junto com isso nos beijamos (eu e ela) nos chupamos e eu tive a minha primeira experiência com uma mulher, e adorei! Logo depois dessa primeira vez, conhecemos um casal super, hiper, mega gente boa e com eles passamos momentos inesquecíveis juntos, fizemos várias troca em meio ao publico da festa na casa de swing, ficávamos juntos todos os finais de semana sempre na mesma festa. Nossa como é bom recordar aqueles momentos! Hoje esse casal não está mais junto, se separaram e até hoje eu tenho o contato dos dois, viramos amigos reais que tem uma história de sexo em comum.

Por muito tempo priorizamos a troca de casais ao invés do menage ou outra festa, nos sentíamos a vontade fazendo amizades e nos exibindo em festas, muito mais do que o sexo propriamente dito, uma vez que em festas somente com casais, rola menos sexo e mais exibicionismo feminino. Hoje em dia priorizamos o menage, a gang bang e os encontros confidencias. Entendemos que para haver uma troca de casais é indispensável que haja interesse de 4 pessoas e não de 2 ou 3…. e como nossos interesses e fetiches mudaram, não nos enquadremos mais nesse estilo.

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s